Publicidade

Estado de Minas

Dia livre de impostos terá posto vendendo gasolina a R$ 2,53 em BH

No começo da noite desta quarta-feira a fila já começa a se formar na porta do estabelecimento no Bairro Carlos Prates, Região Noroeste


postado em 29/05/2019 17:58 / atualizado em 29/05/2019 19:30

(foto: Tulio Santos/EM/D.A Press)
(foto: Tulio Santos/EM/D.A Press)

Os consumidores de Belo Horizonte terão nesta quinta-feira a oportunidade de comprar diversos produtos sem a incidência de impostos. Em mais uma edição do Dia Livre de Impostos, pelo menos 851 estabelecimentos na capital vão vender produtos e serviços sem a cobrança das taxas.

Uma das grandes atrações, como em anos anteriores, é o posto de gasolina que comercializará o combustível com 46% de desconto. O litro sairá por R$ 2,5293 e cada motorista poderá abastecer até cerca de 35 litros, já que é limitado a R$ 90 por carro.


No final da tarde de hoje, pelo menos nove carros já estavam posicionados na porta do posto Pica Pau II, que fica na Avenida do Contorno, 10.325, no Bairro Carlos Prates, para aproveitar a oferta. Para tentar evitar que espertinhos furem filas ou causem confusão, quem chega vai colocando o nome em uma lista para garantir que a ordem de chegada seja mantida.

O posto vai disponibilizar o limite de 5 mil litros nesta ação. O que corresponde a 130 carros e 30 motos. O pagamento também só poderá ser feito em dinheiro e direto no tanque. Assim, não é possível encher recipientes para levar o combustível.


Segundo o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL-BH), Marcelo de Souza e Silva, em relação ao combustível, a carga tributária corresponde a quase metade do valor final. Ainda segundo ele, a situação é grave e impacta consideravelmente o poder de compra do brasileiro. “Considerando a tributação na gasolina, temos o CIDE, PIS/COFINS e ICMS, que somam 46,71% do valor total do produto, que hoje está na faixa de R$ 4,746. Queremos mudar essa realidade”, afirma.

Outros itens também terão desconto


Ao todo, em Minas 1.317 estabelecimentos participarão e 3 mil em to país. As ações vão ocorrer em 20 estados e 160 cidades.

Além de posto de combustível, estão na lista, óticas, lojas de eletrodomésticos, calçados, além de perfumarias. Em alguns casos, os estabelecimentos já estão vendendo sem a incidência dos valores das tarifas desde o início da semana, exemplo da Drogaria Araújo. A farmácia ainda promete vender dois medicamentos genéricos iguais pelo preço de um.


Segundo a CDL-BH, o dia livre de impostos tem objetivo de conscientizar sobre a quantidade de impostos e sem o devido retorno. “Além de protestar contra a alta carga tributária, o dia também cobra retorno efetivo dos impostos para a sociedade em forma de investimentos em serviços essenciais, como saúde e educação.


Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade