Publicidade

Estado de Minas

Fiat vai investir R$ 500 milhões em nova fábrica de motores em Betim

Cerimônia contou ainda com o anúncio feito pelo governador Romeu Zema de isenção do IPVA para veículos movidos a gás natural


postado em 22/05/2019 18:21 / atualizado em 22/05/2019 19:06

(foto: Renato Cobucci/Imprensa MG)
(foto: Renato Cobucci/Imprensa MG)

O governador Romeu Zema assinou na tarde desta quarta-feira, durante anúncio oficial da expansão da fábrica da Fiat em Betim, um decreto que prevê isenção do IPVA para veículos que usam como combustível o gás natural veicular. Ao lado da direção internacional da montadora, Zema também assinou um protocolo para aumentar investimentos em instituições de ensino mineiras, como PUC e UFMG, para incentivar pesquisas de inovação e alta tecnologia.


Na cerimônia hoje, que reuniu na fábrica da montadora os CEOs da Fiat Chrysler, o governador e o presidente da ALMG, deputado Agostinho Patrus, foi anunciado também um investimento extra de R$ 500 milhões para instalar a nova unidade de motores e para dotar os novos propulsores de capacidade flex, operando simultaneamente com etanol e gasolina.

Esse aporte amplia para R$ 8,5 bilhões os investimentos programados pela FCA e fornecedores para o Polo de Betim até 2024 - o que representa o maior investimento da FCA em Betim desde a inauguração da fábrica, em 1976.

Entre 2018 e 2024, a FCA e fornecedores planejam um investimento de R$ 16 bilhões no Brasil – o maior do grupo e seus fornecedores no país em todos os tempos.

A nova fábrica de motores vai gerar 1,2 mil empregos adicionais, entre FCA e fornecedores, e transformará Betim no maior polo produtor de motores e transmissões da América Latina, com capacidade de produção de 1,3 milhão de unidades por ano a partir de 2020 (data de início da produção dos turbos).

A nova unidade partirá com capacidade de produzir 100 mil propulsores turbolimentados por ano, mas já nasce predisposta à expansão da produção.


O governador apontou como prioridade de seu governo criar um bom ambiente para negócios em Minas e gerar cerca de 150 mil empregos por ano no estado.

“Este é o maior investimento industrial que Minas Gerais recebe em décadas. Nesse porte talvez só do setor de mineiração. Quero transformar o estado em amigo de quem investe, produz e gera emprego. Vamos ter a diferenciação no IPVA para os veículos movidos a gás. Vamos ter uma revolução na questão do gás no Brasil nos próximos anos. O preço proibitivo de hoje vai cair e muito nos próximos anos”, avaliou Zema.

Momento de retomada


 

Apesar de a economia brasileira não demonstrar sinais de retomada neste primeiro semestre, o CEO mundial da FCA, Mike Manley, citou momento de otimismo para a retomada e defendeu reformas em discussão no Congresso.

“A FCA sempre acreditou no Brasil e enxerga com grande otimismo o empenho do governo em aprovar as reformas estruturais tão necessárias para a retomada do crescimento econômico e para a melhoria da competitividade”, afirma Manley.

“Fiz questão de visitar o Brasil neste momento para reforçar nossa confiança na agenda das reformas e confirmar os investimentos adicionais em Betim, que é uma planta em que temos investido muito nos últimos anos por sua importância estratégica para as operações da FCA na região.”

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade