Publicidade

Estado de Minas ECONOMIA

Ilan defende mandato de quatro anos para presidente e diretores do BC


postado em 05/12/2018 11:54

O presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, voltou a defender nesta quarta-feira, 5, a aprovação pelo Congresso Nacional do projeto de autonomia do órgão que, entre outros pontos, garante mandatos não coincidentes de quatro anos para o presidente e os diretores do BC.

"Não é saudável para a sociedade mudar tudo ao mesmo tempo. Eu mesmo tive que responder várias vezes sobre o futuro do BC no meio do mandato", afirmou Ilan Goldfajn, em audiência pública na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado.

O projeto de autonomia do BC ainda tramita na Câmara dos Deputados, mas deve ser colocado em votação apenas em fevereiro de 2019.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade