Publicidade

Estado de Minas ECONOMIA

Painel da Opep recomenda corte de 1,3 milhões de bpd na produção de petróleo


postado em 30/11/2018 16:58

Um painel de economistas da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) que revisa cenários para a reunião da próxima semana do cartel recomendou um corte total na produção de 1,3 milhão de barris por dia (bpd) em relação aos níveis de outubro, disseram fontes ligadas ao assunto nesta sexta-feira.

"De acordo com os dados disponíveis, um corte de 1,3 milhão de barris por dia seria eficiente para equilibrar o mercado", afirmou um funcionário da Opep presente na reunião do Conselho da Comissão Econômica (ECB, na sigla em inglês), um órgão que aconselha, mas não estabelece a política para o cartel. "A questão é como implementar isso e quem concordará", apontou a fonte.

A Opep e seus aliados, liderados pela Rússia, se reúnem nos dias 6 e 7 em dezembro em Viena para debater um corte de até 1,4 milhão de bdp no total da produção do grupo, após os preços recuarem mais de um terço de seu valor em menos de dois meses. A Arábia Saudita poderia ser responsável por boa parte desse recuo, já que aumentou a produção em 1 milhão de bpd em poucos meses. Mas o ministro saudita do Petróleo, Khalid al-Falih, faz lobby com outros na Opep, bem como com a Rússia, para que mais países se somem ao esforço. O ministro tem advertido em privado que os preços devem cair mais em 2019 se não houver qualquer ação, segundo pessoas ligadas ao assunto. Falih também tem insistido que o reino não fará o corte sozinho. Fonte: Dow Jones Newswires.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade