Publicidade

Estado de Minas ECONOMIA

Dona da Sapori quer fazer oferta pela IMC


postado em 19/11/2018 08:16

A operadora de restaurantes International Meal Company (IMC) afirmou no domingo, 18, que recebeu em 16 de novembro carta da controladora da Sapore, a Abanzai, na qual a empresa de refeições corporativas revela intenção de realizar oferta para adquirir parte das ações da companhia.

Na carta, a Abanzai comunica "sua intenção de - brevemente - efetuar uma oferta pública (OPA) voluntária e parcial para aquisição de ações ordinárias de emissão da companhia", disse a IMC, dona das redes Frango Assado e Viena, em fato relevante à Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Caso a OPA seja bem-sucedida, a Abanzai tem a intenção de propor a combinação de negócios entre as duas companhias, disse a holding na carta à IMC.

A Abanzai afirma que, nos próximos dias, pretende submeter aos acionistas da IMC a OPA para a aquisição de no mínimo 69 milhões e no máximo 69,375 milhões de ações ordinárias da empresa ao preço de R$ 8,63 por papel, conforme condições que estarão no edital que será publicado.

Resposta

Em razão da proposta, a IMC apresentou pedido à CVM para que estabeleça um prazo máximo e improrrogável de cinco dias para que a Abanzai publique o edital de oferta ou anuncie que não pretende realizar a OPA.

Em setembro, o conselho de administração da IMC decidiu rescindir acordo de associação anunciado em junho com a Sapore após realização de auditoria prevista. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade