Publicidade

Estado de Minas ECONOMIA

Temer volta a Brasília e se reúne com presidente do BNDES, Dyogo Oliveira


postado em 30/07/2018 18:56

O presidente Michel Temer voltou de viagem a São Paulo, nesta segunda-feira, 30, e está reunido com o presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Dyogo Oliveira, no Palácio do Jaburu, em Brasília. No início da tarde, o presidente teve reunião com o ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, e o presidente do Banco Central, Ilan Goldfjn, na capital paulista.

Mais cedo, Temer participou de almoço com empresários na sede da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp). No evento, reclamou de ser responsabilizado pelo alto índice de desemprego do País. "Tentam me colocar a pecha de gerar 13 milhões de desempregados, mas a realidade é que em apenas dois anos fizemos reformas importantes para a economia, coisas que outros governos de quatro, oito anos não conseguiram. Não podemos voltar atrás."

Ao lamentar o fato de as mudanças na Previdência não terem sido discutidas no Congresso, Temer comentou sobre a relação com os parlamentares e a aprovação do teto dos gastos e a reforma trabalhista. "Fizemos tudo isso em apenas dois anos. Enfrentei uma oposição radicalíssima", disse.

Após receber de representantes da indústria uma lista de pedidos que inclui, entre outros, a renegociação de dívidas com bancos e medidas de redução do custo de crédito, o presidente Michel Temer prometeu examinar as reivindicações. Observou, porém, que as demandas dos empresários não se resolvem rapidamente.

"Sobre essas questões pontuais levantadas, nós vamos solucionando pouco a pouco porque, digo eu, essas coisas não se resolvem de um dia para outro", declarou o emedebista.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade