Publicidade

Estado de Minas ECONOMIA

Moody's rebaixa rating do Chile de Aa3 para A1 e altera perspectiva para estável


postado em 26/07/2018 18:58

A agência de classificação de risco Moody's rebaixou o rating de longo prazo e em escala global do Chile de Aa3 para A1 e alterou a perspectiva de negativa para estável.

Em comunicado divulgado nesta quinta-feira, a Moody's aponta que o rebaixamento reflete a deterioração gradual, mas ampla, do perfil de crédito do país. "Apesar dos claros indícios de melhora de curto prazo nas perspectivas econômicas e fiscais, não esperamos que o soberano recupere a força de crédito que teve nos anos anteriores", disse a agência, citando a deterioração persistente na posição fiscal do Chile nos últimos anos e os baixos níveis de renda relativos a pares com rating Aa, além da dependência de commodities e vulnerabilidades externas.

Para a Moody's, a perspectiva estável reflete "a visão de que o governo chileno mantém importantes pontos fortes de crédito, incluindo altas pontuações em indicadores de governança e de eficácia de políticas". Além disso, a agência aponta que a força fiscal do governo continua "muito alta" e que os ativos financeiros dão às autoridades chilenas "a capacidade de responder a choques, mesmo que o governo tenha perdido o status de credor líquido.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade