Publicidade

Estado de Minas

Vestir seu pet para a Copa em BH pode custar de R$5 a R$50; confira os mimos

Eles apos­tam na ven­da de ca­mi­sas, ban­da­nas e la­ci­nhos nas co­res da Seleção. Tem até bo­lão com di­rei­to a ba­nho ex­tra pa­ra os bi­chos


postado em 22/06/2018 06:00 / atualizado em 22/06/2018 08:38

Donos de petshop enfeitam as vitrines e acreditam que movimento vai melhorar se a Seleção Brasileira avançar para as oitavas de final(foto: Beto Novaes/ Em/D.A Press)
Donos de petshop enfeitam as vitrines e acreditam que movimento vai melhorar se a Seleção Brasileira avançar para as oitavas de final (foto: Beto Novaes/ Em/D.A Press)

A Co­pa do Mun­do é nos­sa, mas tam­bém é de­les, os pets. E o que não fal­ta são aces­só­ri­os pa­ra en­fei­tar o me­lhor ami­go pa­ra fi­car bem na fi­ta na ho­ra de ver os jo­gos do Brasil. De olho nes­se pú­bli­co que mo­vi­men­ta ci­fras bi­li­o­ná­ri­as – o Bra­sil re­gis­trou um fa­tu­ra­men­to de R$ 20,37 bi­lhõ­es no ano pas­sa­do, ter­cei­ro do mun­do no se­tor – os petshops em Be­lo Ho­ri­zon­te es­tão apos­tan­do em pro­mo­çõ­es e pro­du­tos de to­dos os pre­ços pa­ra es­ti­mu­lar a pre­sen­ça dos bi­chi­nhos na torcida.

Fa­zer um bo­lão com pre­mi­a­ção pa­ra quem acer­tar o pla­car foi a es­tra­té­gia da Ani­mal­le Mun­do Pet, no Gu­ti­er­rez, Re­gi­ão Oes­te de BH, pa­ra es­ti­mu­lar os cli­en­tes a en­trar no clima. Quem acer­tar na or­dem cer­ta os re­sul­ta­dos do 1º ao 4º lu­gar vai ga­nhar R$ 200 em com­pra na loja. Pa­ra os que pas­sa­rem per­to, es­co­lhen­do os ti­mes cer­tos mas em or­dem ale­a­tó­ria, se­rão mais R$ 100.

“Es­ta­mos mo­vi­men­tan­do pa­ra que os cli­en­tes fi­quem mais li­ga­dos, por­que in­de­pen­den­te­men­te de ques­tõ­es po­lí­ti­cas é o nos­so país na Co­pa”, diz a ge­ren­te Ali­ne Frei­tas, com a ‘cli­en­te’ Lai­ka no colo.

Se­gun­do a ge­ren­te, o rit­mo de pro­cu­ra es­tá um pou­co mais len­to nes­ta Co­pa do que na de 2014, que foi no Bra­sil, mas os cli­en­tes já co­me­ça­ram a pro­cu­rar as ca­mi­sas ama­re­las, ban­da­nas, la­ci­nhos e ou­tros en­fei­tes pa­ra os pets. “Es­ta­mos bas­tan­te oti­mis­tas e o Bra­sil pas­san­do des­sa pri­mei­ra fa­se o po­vo vai em­pol­gar mais.”

Além das ca­mi­sas e ou­tros aces­só­ri­os, a Ani­mal­le es­tá ofe­re­cen­do pro­du­tos co­mo vi­nho, cer­ve­ja e até pi­po­ca pa­ra os pets po­de­rem acom­pa­nhar os tutores. A Do­g­be­er, por exem­plo, sai por R$ 9,90 e a Wi­nes doog por R$ 14,90. Já as ca­mi­sas do Bra­sil são ven­di­das nos mo­de­los re­ga­ta, po­lo e go­la ro­lê, cus­tan­do de R$ 39,90 a R$ 49,90.

A |cadelinha Laika vestida com a camisa da Seleção. Modelos são vendidos por até R$ 49,90(foto: Beto Novaes/ Em/D.A Press)
A |cadelinha Laika vestida com a camisa da Seleção. Modelos são vendidos por até R$ 49,90 (foto: Beto Novaes/ Em/D.A Press)

A re­de Dog’s Shop apos­tou em uma li­nha de pro­du­to mais em con­ta pa­ra quem não quer gas­tar mui­to com o even­to es­por­ti­vo – e pa­re­ce ter da­do certo. Além das rou­pi­nhas tra­di­ci­o­nais, que cus­tam de R$ 30,80 a R$ 57,50, as qua­tro lo­jas que fi­cam nos bair­ros Fun­ci­o­ná­ri­os, Bu­ri­tis, Si­on e Pam­pu­lha es­tão ven­den­do uma “ca­pi­nha” que imi­ta uma ca­mi­se­ta por R$ 4,90. “Co­mo é uma com­pra tem­po­rá­ria a gen­te se pre­o­cu­pou em ter uma li­nha do Bra­sil mais acessível. É cla­ro que não tem a mes­ma qua­li­da­de da rou­pi­nha, mas ven­de­mos to­das as 200 uni­da­des em uma se­ma­na, foi mui­to aci­ma do esperado.

Já fi­ze­mos um pe­di­do de mais 300”, co­me­mo­ra o só­cio e ge­ren­te co­mer­ci­al da re­de Ma­theus Ferraz.

A ex­pec­ta­ti­va é de um in­cre­men­to de 10 a 15% nas ven­das de vestuário. Nes­ta se­ma­na as lo­jas fo­ram de­co­ra­das nas co­res da se­le­ção ca­na­ri­nho e as re­des so­ci­ais vão pro­mo­ver um bo­lão, ofer­tan­do kits de pro­du­tos pa­ra o vencedor. O ge­ren­te dis­se que as fes­tas ju­ni­nas fei­tas pa­ra os cli­en­tes nes­te ano tam­bém se­rão com te­mas de futebol. “Va­mos co­lo­car es­tan­des e brin­ca­dei­ras, ofe­re­cer brin­des, tu­do re­la­ci­o­na­do à Co­pa, que aca­ba sen­do uma opor­tu­ni­da­de pa­ra tra­zer e fi­de­li­zar mais cli­en­tes”, disse.

(foto: Beto Novaes/ Em/D.A Press)
(foto: Beto Novaes/ Em/D.A Press)

A cri­a­ti­vi­da­de tam­bém foi a es­tra­té­gia da ve­te­ri­ná­ria Ka­ri­na Bra­ga, pro­pri­e­tá­ria do Pet Mun­do das Pa­tas, no Bair­ro São Ga­bri­el, Re­gi­ão Nor­des­te de BH. A lo­ja ofe­re­ceu nas re­des so­ci­ais um bo­lão pa­ra o jo­go do Bra­sil con­tra a Cos­ta Ri­ca, ho­je, pa­ra quem for to­mar banho. “Os ba­nhos agen­da­dos ho­je têm di­rei­to a um pal­pi­te do pla­car e o ga­nha­dor se­rá con­tem­pla­do com um ou­tro ba­nho pa­ra o pet, que po­de ser agen­da­do em até 30 di­as de se­gun­da a quar­ta-fei­ra”, disse.

A ve­te­ri­ná­ria in­ves­tiu em rou­pi­nhas e já vai re­no­var o es­to­que por cau­sa das vendas. “Aos pou­cos o pes­so­al es­tá em­pol­gan­do pa­ra a Copa. Ven­de­mos bas­tan­te des­de o fim de se­ma­na do pri­mei­ro jo­go do Brasil.” As rou­pas são ven­di­das a par­tir de R$ 28 de­pen­den­do do ta­ma­nho do animal. Se­gun­do a do­na do pet, os jo­gos do Bra­sil tam­bém es­tão con­tri­bu­in­do com a pres­ta­ção de serviços.

Is­so por­que os tu­to­res es­tão le­van­do os bi­chi­nhos que ti­nham uma fre­quên­cia mais es­pa­ça­da pa­ra to­mar ba­nho na vés­pe­ra das par­ti­das pa­ra saí­rem en­fei­ta­dos com la­ci­nhos e gravatinhas. Pa­ra os mais fiéis, o pet tam­bém es­tá dan­do bo­ne­zi­nhos de brinde. “É uma óti­ma opor­tu­ni­da­de pa­ra fi­de­li­zar os cli­en­tes e ain­da in­cre­men­tar as nos­sas re­des so­ci­ais”, comemora.

 

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade