Publicidade

Estado de Minas

TST faz intervalo na sessão do caso Petrobras


postado em 21/06/2018 12:42

Brasília, 21 - O Tribunal Superior do Trabalho (TST) interrompeu a sessão que julga a maior ação trabalhista da Petrobras para o almoço. A sessão será retomada às 13h50, segundo o presidente João Batista Brito Pereira.

O julgamento começou com a divergência entre o ministro relator do caso e a ministra revisora no plenário.

O relator, ministro Alberto Bresciani, leu parecer favorável à tese dos petroleiros que defendem uma nova forma de cálculo da remuneração extra, o que aumentaria expressivamente a renda dos trabalhadores.

Já a revisora do caso, ministra Maria de Assis Calsing, discordou do colega e defendeu parecer favorável à tese da Petrobras, que argumenta que a metodologia não deve ser alterada.

Após o posicionamento dos dois ministros, advogados das duas partes fizeram sustentação oral e reafirmaram a posição já declarada.

(Fernando Nakagawa)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade