Publicidade

Estado de Minas

Ebit: greve de caminhoneiros cortou pela metade crescimento do e-commerce


postado em 04/06/2018 15:36

São Paulo, 04 - O comércio eletrônico brasileiro cresceu a metade do esperado no mês de maio em razão dos impactos da paralisação de caminhoneiros, conforme levantamento da Ebit. A empresa especializada em informações de comércio online havia projetado no início da greve que o setor perderia R$ 280 milhões em faturamento, mas o prolongamento das paralisações resultou em perdas totais de R$ 407,2 milhões.

Apesar das vendas que deixaram de ocorrer, o e-commerce registrou crescimento nominal de 10% em maio ante o mesmo mês do ano passado. A previsão antes da greve, no entanto, era de crescimento de 20%.

No período, a estimativa é que 861.710 pedidos deixaram de ser feitos pelos consumidores, queda média diária de 20% nas vendas se comparado com os mesmos dias das semanas antes da paralisação.

A Ebit espera que o comércio eletrônico atinja normalização das entregas e a retomada das vendas em até dez dias.

(Dayanne Sousa)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade