Publicidade

Estado de Minas

Tanto governo quanto sociedade perdem com saída de Parente, diz Firjan


postado em 01/06/2018 16:48

Rio, 01 - A Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan) lamentou, em nota, a demissão de Pedro Parente da presidência da Petrobras. Segundo o presidente da Firjan, Eduardo Eugenio Gouvêa Vieira, tanto o governo quanto a sociedade perdem com a saída do executivo da estatal. Gouvêa Vieira ressaltou que atitudes impopulares tomadas por Parente tinham como objetivo a recuperação da companhia.

Leia a íntegra da nota do presidente da Firjan:

"Pedro Parente encarou um enorme desafio ao assumir a Petrobras depois da maior crise ética e econômica da história da estatal. Íntegro, correto e competente, elevou o valor de mercado da companhia em mais de R$ 200 bilhões.

Foi o responsável por colocar as contas em dia e, com pulso firme, foi obrigado a tomar atitudes muitas vezes impopulares, mas sempre tendo como objetivo a recuperação da Petrobras.

Com um trabalho de comprometimento e entrega trouxe esperança para o mercado de petróleo e gás, especialmente por conta dos novos leilões, um incentivo à indústria e para a atração de novos investimentos.

Espero que o próximo gestor tenha integridade e comprometimento para dar continuidade à retomada de recuperação da Petrobras, para o bem da estatal, da indústria e pelo crescimento do País."

(Daniela Amorim)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade