UAI
Publicidade

Estado de Minas

Governo Temer anuncia privatização da Ceasa MG e Casemg

A participação da Infraero no Aeroporto de Confins também será vendida


postado em 23/08/2017 17:13

O governo federal anunciou nesta quarta-feira que pretende privatizar a Centrais de Abastecimento de Minas Gerais (CeasaMG), e a Companhia de Armazéns e Silos do Estado de Minas Gerais S.A (Casemg). A proposta foi feita pelo Ministério da Agricultura que pretende a retomada do processo de venda das estatais federais. "Com a retomada, os estudos apontarão o melhor modelo de desestatização para ambos os casos", cita o documento distribuído pelo governo.

Além disso, o Conselho do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), que se reuniu hoje, confirmou a concessão de 14 aeroportos administrados pela Infraero, inclusive o de Congonhas (SP), e a alienação da participação acionária da estatal nas concessionárias de Brasília, Confins, Galeão e Guarulhos, nos quais detém 49%.

Os editais serão publicados no segundo trimestre de 2018, com realização dos leilões no trimestre seguinte. O leilão das usinas hidrelétrica da Cemig, cujos contratos de concessão venceram este ano, foram confirmados para setembro. Mas a decisão ainda depende do Supremo Tribunal Federal (STF).

O Ministério da Fazenda propôs também a privatização da Casa da Moeda, empresa em dificuldade financeira e que tem registrado prejuízos. O calendário apresentado pelo governo indica que o edital para a venda da estatal responsável pela produção de cédulas, moedas e documentos de segurança deve ser publicado no 3º trimestre de 2018 com venda no trimestre seguinte, o terceiro de 2018.

Com informações da Agência Estado e Correio Braziliense


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade