Publicidade

Estado de Minas

Awazu: existem novos riscos para as projeção sobre o IPCA em 2016


postado em 24/07/2015 10:31

São Paulo, 24 - O diretor de Política Econômica do Banco Central, Luiz Awazu Pereira, fez um discurso bastante duro durante seminário internacional sobre fluxo de capital no Rio de Janeiro nesta sexta, 24. Ele sinalizou que, apesar de progressos recentes no combate à inflação, existem novos riscos para as projeção sobre o IPCA em 2016. "As expectativas de inflação ainda estão cerca de 90 pontos-base acima da nossa meta no fim de 2016", diz Awazu, segundo íntegra do seu discurso divulgada no site do BC.

Segundo ele, o objetivo da política monetária é precisamente evitar que o impacto das pressões inflacionárias de curto prazo em 2015 seja transmitido para 2016 e adiante. Awazu comentou que a política monetária pode e deve conter os efeitos secundários de aumento de preços e circunscrevê-los ao ano de 2015. "Por essa razão, a política monetária é e deve continuar vigilante para garantir a convergência da inflação para a meta de 4,5% em 2016", afirmou.

O diretor do BC acrescentou que, apesar de alguns resultados positivos inegáveis, recentes desdobramentos mostram que existem novos riscos para o resultado da inflação em 2016 que podem afetar horizontes de maior prazo. Ele diz que o BC avalia que o cenário de convergência para a inflação para 4,5% em 2016 tem produzido alguns sinais positivos, mostrando que a autoridade está no caminho certo. "Entretanto, o progresso obtido até agora no combate à inflação precisa ser balanceado contra riscos mais recentes que ameaçam nosso objetivo central no horizonte relevante para a política monetária", afirmou, acrescentando que é preciso permanecer cauteloso nessa conjuntura particular atual.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade