Publicidade

Estado de Minas

Aplicativos para smartphones oferecem facilidades para curtir a noite de BH

Oportunidades incluem de carona a fechar a conta sem fila


postado em 29/03/2015 06:00 / atualizado em 29/03/2015 12:35

Pedro Darma, Rodrigo Ribeiro, Rogério Celestino, Marco Antônio e Gustavo Azevedo: aposta no PickMeApp (foto: Euler Júnior/EM/D.A Press )
Pedro Darma, Rodrigo Ribeiro, Rogério Celestino, Marco Antônio e Gustavo Azevedo: aposta no PickMeApp (foto: Euler Júnior/EM/D.A Press )
Deixar a vida do baladeiro ou do botequeiro mais fácil, aumentar o movimento e o faturamento. Se você está acostumado a frequentar bares e casas noturnas em Belo Horizonte, já pode perceber que, em alguns lugares, empresários estão cada vez mais preocupados em utilizar a tecnologia a favor do conforto do cliente. Aplicativos para smartphones como Saída Certa e Sem Hora são alguns do recursos que os mais animados têm utilizado cada vez mais para evitar filas na hora de entrar no local ou na hora de pagar a conta.

A bola da vez, no entanto, é o PickMeApp, aplicativo desenvolvido em BH, que organiza e oferece caronas gratuitas para o consumidor que quer curtir a noite. Segundo os empresários, os investimentos não custam nada perto do retorno que podem oferecer. A expectativa, segundo eles, é que as comodidades acarretem aumento de até 40% no movimento e faturamento dos estabelecimentos, principalmente em dias de semana. Entre as casas que já aderiram a pelo menos um dos serviços estão o Circuito do Rock (Jack, Lord e Circus), Clube Chalezinho, Bar 222, Royal Club, Clube Havana (em Contagem), entre outros.

O PickMeApp foi lançado há duas semanas, está disponível para Android e deve ser lançado no IOS até 16 de abril, mas já vem conquistando o público. Em 10 dias, foram feitos cerca de 500 downloads do aplicativo na Play Store. Ele recebeu nota 4,9 na loja e 128 pessoas já utilizaram o transporte, que é feito numa van. Segundo os fundadores da startup, Gustavo Azevedo e Marco Antônio de Castro, a ideia é que a ferramenta funcione como alternativa para as pessoas que queriam sair de casa, mas que sofriam com a falta de transporte público e o alto preço dos táxis. “Agora, elas têm um serviço gratuito que é custeado pela própria casa noturna que vão frequentar e assim podem beber mais na noite ou sair mais vezes de casa”, afirmou Gustavo.


Ainda de acordo com os fundadores, além do conforto para os consumidores, a ideia é que o aplicativo conecte os clientes que preferem um meio de transporte gratuito e seguro, os donos de bares e proprietários de vans que têm o horário ocioso. “É uma demanda crescente, principalmente depois da Lei Seca. Vamos conectar todo mundo, organizar o serviço e gerar lucros para toda a cadeia”, explicou Marco. Já o Saída Certa foi lançado no Rio de Janeiro e chegou a BH há cerca de três meses. Ele já conta com mais de 2 mil usuários em oito casas noturnas. A ideia, segundo o sócio-fundador da startup, André Cytryn, é dobrar o número de casa atendidas e triplicar o número de usuários.


Acostumado a sair para a balada pelo menos uma vez por semana, o fotógrafo Marcos Bellusci, de 30 anos, conta que utiliza todas a ferramentas. O resultado foi economia de grana, mais um dia na balada e mais consumo. Ele conta que depois de que a Lei Seca entrou em vigor, não utiliza mais o carro para sair quando vai consumidor bebida alcoólica. Com isso, ele gastava cerca de R$ 40 de táxi por saída. Utilizando o PickMeApp, ele economizou a grana e pode curtir a noite por mais um dia. “Querendo ou não, quando a gente sai de casa já tem uma ideia de quanto pode gastar para não deixar o orçamento no vermelho. Com essa carona gratuita, consigo consumir mais e até ficar menos preocupado com a volta para casa, pois o transporte é seguro”, afirma. Bellusci diz que os aplicativos para pagar a entrada e a conta pelo celular também estimulam. “É um prazer chegar e não ter que ficar na fila. Além de tudo, a carona ainda proporciona mais um divertimento, fazer novas amizades, já que sempre tem alguém na van”, completou.


INCREMENTO
No Circuito do Rock, três ferramentas já foram implementadas. Com apenas alguns toques pelo celular, o consumidor consegue comprar um ingresso pela internet que dá a vantagem de não enfrentar fila para entrar no local e oferece uma cerveja de boas-vindas. Pode também pedir carona e sair de casa sem gastar com gasolina, táxi ou ônibus e, no fim da noite, o cliente pode pagar a conta pelo celular. Segundo Gustavo Jacob, um dos sócios do Circuito do Rock, a ideia é mesmo facilitar a vida do frequentador das casas, para que ele saia mais de casa e se torne cativo. “Nosso público reclamava muito dessas filas, tanto para entrar quanto para pagar a conta na hora de sair. Com os aplicativos, conseguimos contornar esses problemas”, explica.


De acordo com Jacob, as mudanças começaram a ser implementadas na casa em novembro. Desde então, o movimento e o faturamento dos três estabelecimentos vêm crescendo. A primeira mudança foi a compra das entradas pela internet, que na época representavam apenas 5% do que era vendido. Hoje, esse número já oscila entre 20% e 30% nos fins de semana e já houve dias atípicos, em que as vendas se esgotaram. Jacob conta ainda que a implantação do Saída Certa e do PickMeApp são recentes, mas que já é possível perceber o feedback positivo dos frequentadores, que passaram a consumir mais. “Apostamos nessas ferramenta para proporcionar conforto ao cliente e acreditamos que ela vá trazer um público ainda maior para nossas casas, fidelizando cada dia mais nossos clientes. Eles vão deixar de gastar com táxi, poupar tempo nas filas e gastar mais aqui”, reforça. Segundo ele, antes de o aplicativo Saída Certa começar a operar, muito gente pagava a conta antes mesmo de os shows terminarem para não pegar fila no final, o que diminuía o tíquete médio gasto na casa. Agora, eles acertam a conta pelo telefone ma hora que quiserem.


No bar 222, os consumidores já podem contar com o aplicativo de carona. Segundo o proprietário do estabelecimento, Filipe Boren, a ideia é que o aplicativo ajude a aumentar o movimento e o faturamento do bar em até 30%, principalmente nos dias de semana, quando o movimento geralmente é mais fraco. “É um produto novo, que pode nos ajudar a conhecer nosso público e torná-lo fiel. Em apenas duas semanas de funcionamento, já recebemos vários clientes novos, que nem conheciam o bar”, disse. Já no Clube Havanna, que já utiliza o Saída Certa, a ideia é implementar, em breve, outros aplicativos que também possam oferecer mais conforto para os consumidores. Segundo o sócio e gestor do empreendimento, Bolivar Andrade, essa é uma tendência de todas as casas noturnas. “Podemos dizer que 99% do público que frequenta as nossas casas faz uso de smartphone e está conectado o tempo todo. Minas ainda está um pouco atrasada nessas tecnologias, mas em breve vamos mudar nossos hábitos de consumo. Isso facilita o operacional, nos dá uma força e ajuda o consumidor, que fica mais disposto para sair de casa”, explica.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade