Publicidade

Estado de Minas

Cerveja idealizada pela banda Iron Maiden chega a BH em outubro

Os consumidores devem encontrar a cerveja do Iron Maiden por R$ 30 em bares e pub's e no valor de R$ 20 em lojas


postado em 21/08/2013 16:36 / atualizado em 21/08/2013 17:33

A cerveja Trooper, idealizada pela banda de rock Iron Maiden

(foto: Divulgação Cervejaria Robinsons)
(foto: Divulgação Cervejaria Robinsons)
e produzida pela microcervejaria Robinsons, chega em Belo Horizonte em outubro, de acordo com a importadora e distribuidora da cerveja no Brasil, On Trade. A bebida personalizada já está à venda em São Paulo.

Inspirada pela música The Trooper, um dos maiores sucessos da banda de Heavy Metal inglesa Iron Maiden, a garrafa da bebida tem 500 mililitros. A Trooper é uma cerveja tipo ale, de alta fermantação - ao contrário das cervejas do tipo larger, com fermantação baixa.

A marca da cerveja pertence a banda e foi lançada em maio deste ano na Inglaterra. De acordo com Maurício Nogueira, sócio-diretor da importadora On Trade, o lançamento da cerveja superou todas as expectativas, tanto que no primeiro mês de produção, a cervejaria não consegui atender a demanda para exportação. "Encomendamos 20 mil caixas e nos entregaram 10 mil. A Robinsons é uma microcervejaria e eles chegaram a parar a produção de outras marcas para só produzir a Trooper", um dos sócios da On Trade.

Ainda de acordo com Maurício Nogueira, a cerveja também deverá ser distribuída em Brasília, Goiânia, Rio de Janeiro e Porto Alegre, a partir de outubro. Os consumidores devem encontrar a cerveja do Iron Maiden por R$ 30 em bares e pub's e no valor de R$ 20 em lojas.

A On Trade pretende ainda trazer o barril de chope da marca para o Brasil. "O mercado de cervejas personalizadas está crescendo muito no país e a Trooper já bate recordes em todos os sentidos, temos certeza que será um sucesso no Brasil".

Mercado de cervejas especiais cresce 20%

O mercado brasileiro de cervejas especiais tem um crescimento de 20% por ano, de acordo com Adalberto Viviani, presidente da empresa de consultoria Concept Marketing e Comunicação, especializado no mercado de bebidas e alimentação. No entanto, a demanda por cervejas de 
marcas especiais representam apenas 0,4% do mercado brasileiro.

Segundo o especialista Adalberto Viviani, o mercado cervejeiro tem espaço para várias marcas e essa tendência de cervejas personalizadas tem crescido significativamente no Brasil. "Ao personificar o produto, há uma transferência de identidade das marcas para ele, o que agrega diferenciação a bebida e a faz mais forte no mercado, ainda que seja um mercado de nicho em termos regionais e de público", explica.

Adalberto lembra ainda que o lançamento de cervejas especiais atrai o consumidor que busca o valor agregado nas bebidas - maioria das classes A e B. Essa cervejas atraem até mesmo aqueles que preferem o vinho, o champagne e até o whisky. "Esse público, que já está acostumado a pagar caro por essas bebidas, começam a migrar para a cerveja e não se importam com o gasto", explica.  


Publicidade