Publicidade

Estado de Minas

Alimentação e Transportes desaceleram IPCA em julho


postado em 07/08/2013 09:55 / atualizado em 07/08/2013 13:10

A desaceleração do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) registrada na passagem de junho para julho pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) foi puxada principalmente pelos segmentos de Alimentação e Bebidas e de Transportes. Juntos, os dois grupos foram responsáveis por uma retração de 0,21 ponto porcentual no índice de julho, que apurou alta de 0,03% frente ao mês anterior.

De acordo com o IBGE, as tarifas de ônibus urbanos ficaram 3,32% mais baratas no período, liderando a relação de impactos para baixo, com -0,09% ponto porcentual. Ainda no segmento de transporte público, as tarifas de ônibus intermunicipais apresentaram deflação de 1,69%; de trens, taxa negativa de 4,13% e de metro, deflação de 4,97%. Segundo o IBGE, das onze regiões pesquisadas, sete apresentaram deflação em julho.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade