Publicidade

Estado de Minas

Mais de 99% da produção nacional de carne de cavalo é destinada à exportação


postado em 04/03/2013 08:39 / atualizado em 04/03/2013 09:36

Pode até parecer um açougue convencional em que o funcionário separa os cortes de bovino. Mas não é. É uma casa especializada em carne de cavalo, na França. No detalhe, o tradicional bife com o ovo montado também é preparado com o verdadeiro filé de equino e servido em restaurante da Inglaterra. O alimento, foco de polêmica por causa da descoberta de mistura irregular em congelados que deveriam ter apenas carne bovina, na Europa, não tem problemas de sanidade ou proibição quanto ao consumo.

No Brasil, por sua vez, não é comum nas cozinhas. Tanto que mais de 99% da produção nacional é destinada à exportação. Em Minas, há um frigorífico especializado na iguaria, que paralisou suas atividades temporariamente por causa de um foco de doença equina (mormo) na região de Araguari, no Triângulo Mineiro. Mas sem se importar com o alarde europeu, o Prosperidad está prestes a retomar suas atividades. E o estado vai voltar a produzir carne de cavalo tipo exportação.

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade