Publicidade

Estado de Minas

Setor de chocolate evita projetar alta para a Páscoa


postado em 29/01/2013 14:33 / atualizado em 29/01/2013 15:05

(foto: Moises Silva/EM/D.A Press)
(foto: Moises Silva/EM/D.A Press)
O vice-presidente da Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Cacau, Amendoim, Balas e Derivados (Abicab), Ubiracy Fonseca, afirmou nesta terça-feira que a entidade prefere manter o conservadorismo quanto ao tamanho da produção do setor para esta Páscoa, apesar de estar otimista. "Certamente vamos ter algum crescimento, mas preferimos manter o conservadorismo e estimar estabilidade em relação ao ano passado", disse.

Em 2012, o setor produziu 18 mil toneladas de chocolate, equivalente a 80 milhões de ovos de Páscoa. O executivo evitou falar também sobre ajuste de preços, mas algumas empresas divulgaram que o faturamento deve subir, em média, em torno de 30%.

No ano passado o Brasil exportou 30 mil toneladas de chocolates, de acordo com Fonseca. Em 2011 foram embarcados 33 mil toneladas mesmo volume das exportações em 2010.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade