Publicidade

Estado de Minas

Petróleo opera perto da estabilidade


postado em 16/08/2012 09:08

Os contratos futuros de petróleo operam muito próximos da estabilidade nesta quinta-feira, enquanto os investidores aguardam pela divulgação de indicadores relevantes dos Estados Unidos antes de assumirem posições.

Às 8h24 (pelo horário de Brasília), o brent para setembro caía 0,04%, para US$ 116,20 por barril, e o brent para outubro subia 0,11%, para US$ 114,44 por barril, enquanto o WTI para setembro avançava 0,07%, para US$ 94,40 por barril.

De modo geral, os participantes do mercado estão no modo "aguardar para ver" e o volume de negócios é baixo, segundo analistas.

De olho em sinais sobre a recuperação da economia dos EUA, os investidores aguardam os últimos números de construções de moradias iniciadas e pedidos de auxílio-desemprego, que saem nesta quinta-feira, e o índice de atividade industrial regional do federal Reserve Bank de Filadélfia.


Além disso, o contrato de setembro do brent vence nesta quinta-feira em Londres. "Com a baixa liquidez, (o vencimento) pode facilmente mandar os preços para cima", disse Andrey Kryuchenkov, vice-presidente de pesquisa de commodities da VTB Capital.

Preocupações geopolíticas e as tensões no Oriente Médio, incluindo a instabilidade na Síria, também continuam dando suporte ao mercado, afirmou Kryuchenkov. Embora a Síria não seja um grande produtor de petróleo, existe o receio de que a crise local se espalhe para outras partes da região.

A inesperada queda nos estoques de petróleo dos EUA, que recuaram 3,7 milhões de barris na semana passada, segundo dados anunciados na quarta-feira pelo Departamento de Energia (DoE, na sigla em inglês), também sustenta os contratos. Analistas esperavam um recuo significativamente menor, de 1,9 milhão de barris.


Publicidade