Publicidade

Estado de Minas

Grécia dá novo prazo a credores privados


postado em 23/03/2012 19:43

A Grécia concedeu, nesta sexta-feira, um novo prazo, até o dia 4 de abril, aos credores privados que não aderiram ao processo de reestruturação de uma parte de sua dívida soberana, informou o ministério das Finanças em comunicado.

"A República Helênica decidiu prorrogar até 4 de abril às 16H00, hora de Brasília, o prazo para a participação dos possuidores de títulos da dívida grega regidos pelo direito internacional, assim como os que têm em mãos as obrigações de empresas gregas garantidas pelo Estado", informou a nota.

A Grécia estipulou inicialmente um prazo até esta sexta-feira, às 17H00, para sa adesão dos credores que representam 8 bilhões de euros do total de 206 bilhões afetados pela operação de reestruturação.


A operação de troca do débito em mãos de credores privados, a PSI (private sector involvement) pretende perdoar 107 bilhões de euros da dívida soberana grega em mãos particulares e reduzir sei percentual total de 160% do PIB, como acontece atualmente, a 120% em 2020.

O sucesso da operação de reestruturación abriu caminho ao desbloqueio, pela zona do Euro e FMI, de uma segunda injeção de recursoss que, até 2015, alcançará um total de 185 bilhões de euros, depois dos 73 bilhões desembolsados desde maio de 2010, num primeiro pacote de ayuda.

Da nova ajuda, Atenas já recebeu 7,5 bilhões de euros no dia 20 de março. Se for levado em conta o perdão da dívida de 107 bilhões de euros, o esforço total a favor da Grécia desde 2010 se elevará, em 2015, a 365 bilhões de euros.


Publicidade