UAI
Publicidade

Estado de Minas

Anúncio do Azeite Gallo acusado de racismo terá de ser alterado

Azeite Gallo explicou que o anúncio não voltará à mídia


postado em 09/03/2012 13:14 / atualizado em 09/03/2012 13:45


(foto: Divulgação)
(foto: Divulgação)

A propaganda que apresenta a nova embalagem do Azeite Gallo foi julgada pelo Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar) e terá que ser alterada. A peça, que promove a nova embalagem do produto: "O nosso azeite é rico. O vidro escuro é o segurança" foi acusada de promover racismo. A denúncia foi feita por um consumidor em novembro de 2011.

O Conar informou que a propaganda foi julgada nessa quinta-feira em São Paulo e a maioria votou pela modificação. Em nota, o órgão “considerou não haver no anúncio intenção racista mas ponderou que ele permite tal interpretação e que a comunicação não deve dar margem a associações equivocadas, pela responsabilidade social que tem".

Em comunicado, o Azeite Gallo admitiu que a AlmapBBDO - agência responsável pela propaganda - recebeu a informação de que o anúncio criado para o azeite Gallo não foi considerado racista, porém pode dar margem a outras interpretações e por isso deverá ser alterado. A empresa também afirmou que não pretende recorrer da decisão do Conar, já que o anúncio foi veiculado no ano passado e não voltará à mídia.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade