UAI
Publicidade

Estado de Minas ELAS QUE DECIDEM

'Mulheres no Comando': investidoras anjo financiam projetos de mulheres

Ao detectar dificuldades e a existência de práticas machistas para a captação de recursos na área, a startup decidiu unir forças para arrecadar fundos


24/09/2021 09:00 - atualizado 24/09/2021 09:07

Grupo de mulheres investidoras anjo autofinanciou recursos da startup
Grupo de mulheres investidoras anjo autofinanciou recursos da startup (foto: Reprodução/ Facebook )

 

A startup de educação e tecnologia Mulheres no Comando, criada em 2019, vem construindo e transformando a vida profissional e social de muitas mulheres no país. Desde julho, mentoras da empresa decidiram que era o momento de mudar o cenário da área e criaram o ‘Pitch Night Mulheres no Comando’, grupo de mulheres investidoras anjo da própria startup que financiará os custos da empresa.
 
A ideia surgiu em um evento que reuniu todas as mentoras da edtech. A principal justificativa para o autofinanciamento partiu das observações do mercado de investidores, composto por sua maioria de homens.
 
Para Jéssica Paraguassu, CEO e fundadora da plataforma Mulheres no Comando, essa decisão foi motivada pelo machismo que mulheres da empresa sofreram em tentativas de captação de recursos.
 
“Tivemos propostas para seguir com grupos de investidores anjos do Brasil e de outros países, mas os líderes desses grupos, bem como os anjos eram compostos quase 100% por homens. As condições propostas eram complicadas, muito por questão de não sentirem a dor de ser uma mulher no mercado de trabalho”, comenta Jéssica.
 
Com a decisão de reunir apenas mulheres, o autofinanciamento saiu das ideias e foi para a prática. Foram cerca de 35 intenções de investimento, com contribuições variadas entre cinco e oitenta mil reais. Em menos de um mês, todos os contratos entre a startup e as investidoras anjos estavam assinados e o investimento integralmente realizado. Atualmente, mais de 300 mulheres investidoras participaram do Pitch Night Mulheres.
 
Os recursos captados serão investidos em diversas atividades, tarefas e funcionalidades da ‘Mulheres no Comando’, contribuindo com a realização de ações de marketing, vendas e operações de atendimento ao usuário e no desenvolvimento e implementação de tecnologia.


Mulheres no comando

 
Criada em 2019, a  Mulheres no Comando  é uma startup de educação e conhecimento dedicada à transformação profissional e social de mulheres, já impactando mais de 1 milhão de mulheres por meio de conteúdos, mentorias e eventos de networking. Além da atuação direta com mulheres, a startup se dedica às mudanças de comportamento de ambientes corporativos, buscando a construção de ambientes mais igualitários e mais inclusivos a mulheres.
 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade