UAI
Publicidade

Estado de Minas NOVIDADES NA COZINHA

Modo expansão: Sátira abre três novas casas e inicia produção de destilados

Segundo o gerente de marketing, Diogo Paulino, a marca quer oferecer diferentes experiências ao público


12/09/2021 04:00 - atualizado 13/09/2021 08:48

Para conhecer vários sabores, a sugestão é pedir a tábua de harmonização, que combina quatro cervejas com quatro petiscos
Para conhecer vários sabores, a sugestão é pedir a tábua de harmonização, que combina quatro cervejas com quatro petiscos (foto: Toujours Fotografia/Divulgação)

Muito mais que uma cervejaria. Em fase de expansão, a Sátira não quer ser conhecida apenas por produzir cervejas. O plano agora é mirar no mercado de entretenimento . Em dois meses, a marca mineira abriu três casas em Belo Horizonte, reforçando sua vocação de unir bar e gastronomia. Outra novidade é o lançamento do gim Jin, o primeiro produto de uma família de destilados que está por vir.

A expansão vem sendo planejada há dois anos. Até então, a marca se resumia ao Galpão Sátira (espaço para eventos) no Jardim Canadá, um bar no Vila da Serra, também em Nova Lima, e o growler station (ponto de abastecimento de cervejas), em BH. “A pandemia fez as pessoas ficarem fechadas e limitadas ao mundo do delivery. Hoje, elas querem experiências e a Sátira tem que entregar isso”, observa o gerente de marketing Diogo Paulino.
 
No início do ano, surgiu a oportunidade de assumir a operação do bar, restaurante e café do Guaja. O casarão, no Bairro Funcionários, com ampla varanda, funciona como coworking e espaço para eventos.
 
Depois veio a unidade do Boulevard Shopping, no Santa Efigênia. “Esta é a nossa primeira operação em shopping, mas estamos fora da Praça de Alimentação. Não é um lugar para comer rápido, é para ter o prazer de se sentar e conhecer o cardápio. Visamos sempre criar uma área de descompressão, proporcionar momentos de relaxamento”, comenta Diogo.
 
O croquete de rabada é um dos petiscos que não sai do cardápio
O croquete de rabada é um dos petiscos que não sai do cardápio (foto: Victor Schwaner/Divulgação)
Uma semana depois, a Sátira abriu outra operação dentro da concessionária de luxo AvantGarde Motors, no Santa Lúcia. O bar fica no mezanino do prédio, que é arredondado, e tem decoração clean e moderna . “Para quebrar um pouco o ar sofisticado e criar um clima mais relaxado, quando a pessoa abre o elevador dá de cara com um ambiente artístico e inusitado, que é o hall com caça-palavras”, descreve.
 
O cardápio tem uma base comum a todas as unidades, com receitas que são clássicos da marca. Entre os petiscos, fazem sucesso o bolinho de queijo do Serro com molho de cachaça e rapadura, o choripán (sanduíche de ciabatta com linguiça de costela de boi e chimichurri) e o steak tartar asiático.
 
Os pratos, criados pelo consultor Fernando Castanheira, são para comer sem complicação, mas se propõem a conquistar pelo sabor. O mais conhecido é o socarrat mineiro, versão do clássico arroz espanhol com costelinha defumada, lombo suíno e crisp de couve. De sobremesa, a sugestão é pedir broa de coco com sorvete de queijo e calda de doce de leite.
 

Pratos exclusivos

Algumas unidades oferecem pratos exclusivos. No Guaja, por exemplo, foram mantidos dois hambúrgueres da casa que já eram famosos. O Montezuma, com pão australiano, queijo cheddar, bacon, aioli e picles de cebola roxa, é um deles.
 
Já na AvantGarde, houve uma evolução nos pratos para oferecer uma gastronomia um pouco mais elaborada. Polvo à galega e tartar de legumes com camarão são opções diferentes de entrada. Para almoçar ou jantar, dá para pedir carré de cordeiro com nhoque de batata, paella e arroz de bacalhau.
 
Com uma gastronomia mais elaborada, a unidade da AvantGarde serve carré de cordeiro com nhoque de batata
Com uma gastronomia mais elaborada, a unidade da AvantGarde serve carré de cordeiro com nhoque de batata (foto: Victor Schwaner/Divulgação)
 
Seguindo o lema de que cerveja artesanal é para todos, e não só para cervejeiros, a Sátira continua a oferecer estilos fáceis de beber. A campeã de vendas é a lager. Por ser mais clara e leve, se encaixa bem na preferência dos brasileiros. Uma boa pedida, para quem gosta de experimentar vários sabores, é a tábua de degustação, servida com seis copos de 50ml.
 
A vontade de produzir destilados é reflexo da venda expressiva de drinques nos bares. O gim Jin tem em sua composição o lúpulo, ingrediente característico da cerveja. Ele agrada bastante no Tan Tan, combinado com licor de amêndoas, sucos de limão e abacaxi, xarope de tangerina, água lupulada e espuma de gengibre. Em breve, as casas vão oferecer novas misturas.
 
Com o lançamento do gim, inaugura-se uma família de destilados que deve crescer aos poucos. Já começaram os testes com outras bebidas.
 
Enquanto trabalha firme para consolidar as três novas casas, a empresa estuda a expansão para outras cidades. Brasília, Goiânia e São Paulo são algumas possibilidades
 

Sátira

(31) 3547-5188

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade