UAI
Publicidade

Estado de Minas LUTO

Morre o artista e ilustrador Elifas Andreato, aos 76 anos

Ilustrador morreu após complicações em decorrência de um infarto. Ele foi responsável por mais de 700 capas de discos e DVDs dedicados à música brasileira


29/03/2022 13:46

Elifas Andreato
Ilustrador foi responsável por capas de discos de Chico Buarque, Elis Regina e Paulinho da Viola (foto: Edi Pereira/Divulgação)
Autor de mais de 700 capas de LPs, Cds e DVDs, Elifas Andreato morreu, aos 76 anos, na manhã desta terça-feira (29/3), em decorrência de complicações após um infarto. Ilustrador e artista plástico, Andreato criou uma linguagem visual que estampou boa parte da produção musical do Brasil no século 20.

 

Com mais de 40 anos de carreira, o artista foi responsável por capas emblemáticas da história da indústria fonográfica no país. Pelas tintas coloridas do paranaense de Rolândia passaram discos de Chico Buarque, Caetano Veloso, Gilberto Gil, Gal Costa, Paulinho da Viola, Elis Regina, Martinho da Vila, Vinicius de Moraes, Toquinho, Adoniran Barbosa, Noel Rosa e praticamente toda a elite da produção nacional. 

 

A informação sobre a morte do ilustrador foi divulgada pela família, no Instagram de Elias Andreato, irmão do artista. "Tudo o que ele tocava com as suas mãos, virava coisa colorida, até a dor que ele sentia era motivo de tinta que sorria", escreveu Elias.Segundo a família, o corpo será velado no crematório da Vila Alpina, em São Paulo, às 16h, nesta terça-feira (29/3).

 

 

 

Na internet, a morte do artista causou comoção e Andreato foi homenagado por músicos, ilustradores e escritores. 

 

 

 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade