UAI
Publicidade

Estado de Minas BATIDÃO MINEIRO

Já ouviu? Funk de 2 primos de Ouro Preto é o novo hit do momento

"Bota a mão no chão", da dupla DJ Cardoso e MC Fopi, estourou em plataforma de streaming e o clipe já tem 1,7 milhão de visualizações em apenas 14 dias


22/11/2021 19:21 - atualizado 22/11/2021 21:01

MCFopi e DJ Cardoso
Clipe de "Bota a mão no Chão" já tem 1,7 milhão de visualizações no YouTube e a música do MCFopi e do DJ Cardoso está e entre as cinco mais ouvidas do gênero no Spotify (foto: MCFopi e DJ Cardoso/Divulgação)
Ouro Preto, cidade celeiro de diversas manifestações das sete artes, garantiu um novo marco com o hit “Bota a mão no chão”, de dois jovens primos da cidade, que entrou no top five das músicas do gênero funk mais ouvidas na plataforma musical Spotify e mais de 1,7 milhão de visualizações do clipe no YouTube, em apenas 14 dias de lançamento.
 
De acordo com o DJ Felipe Cardoso, o projeto da música surgiu antes da pandemia do coronavírus, mas os artistas esperaram um momento mais oportuno para lançá-la nas plataformas musicais.

O lançamento aconteceu em maio, mas foi a partir de outubro que ela estourou. “Fazemos um acompanhamento para ver onde a música tem mais retorno e as cidades de Goiânia e Brasília foram as primeiraa, afirma o produtor fonográfico.
 
DJ Felipe Cardoso conta que “Bota a mão no chão” superou as expectativas dos jovens ouro-pretanos que sonhavam em ver a música fazer sucesso na região das cidades dos Inconfidentes.

“Do top 50 passou para as 30 mais ouvidas do funk, e em outubro entrou para as cinco mais ouvidas. Estamos muito felizes com esse resultado e esperamos que ela seja um hit do carnaval”.
 

Cria de Ouro Preto

Os primos cresceram na casa da avó no Bairro Antônio Dias e desde pequenos tiveram contato com a música. Com 28 anos, DJ Felipe Cardoso conta que trabalha com a música desde 2010 e atua com outros gêneros musicais, mas que com a parceria do primo é que a carreira dos dois conseguiu deslanchar.
 
O nome MC Fopi é uma homenagem à Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP). Fabio da Silva, com 23 anos e 10 de carreira, sonha em cursar música na UFOP e a escolha do nome artístico vem da junção da letra inicial do seu nome com a sigla de Ouro Preto causando uma sonoridade parecida com a universidade.
 
“Ouro Preto é famosa pelas festas e pelo rock das repúblicas, que além do rock toca de tudo. A primeira vez que ouvi o nosso funk foi no centro da cidade, na rua, tive uma sensação incrível de ver meu trabalho fazer sucesso e ser reconhecido na cidade”, diz MC FOPI.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade