UAI
Publicidade

Estado de Minas MÚSICA

Primeiro EP de Juliette destaca a identidade nordestina

Trabalho lançado pelo selo de Anitta tem seis faixas e traz um registro romântico no qual a voz da paraibana soa melhor do que nas lives


04/09/2021 04:00 - atualizado 04/09/2021 07:19

Com a vida profissional redirecionada para a música,Juliette lança EP cujo repertório traz forró, sertanejo e MPB
Com a vida profissional redirecionada para a música,Juliette lança EP cujo repertório traz forró, sertanejo e MPB (foto: Fernando Tomaz/Divulgação)
Vencedora do "Big brother Brasil 21", Juliette Freire pode ser considerada o maior case de sucesso da história do reality show da Globo. A paraibana foi a protagonista de uma edição marcada por intrigas e discussões. 

No confinamento, todos se voltaram contra ela, enquanto sua popularidade entre os espectadores do programa crescia. Ela saiu da “casa mais vigiada do Brasil” com o prêmio de R$ 1,5 milhão, tornou-se aposta certa da publicidade brasileira e investiu na carreira de cantora com o EP "Juliette", lançado na noite da última quinta-feira (2/09).

Essa última faceta não é uma surpresa para quem acompanhou a trajetória de Juliette no "BBB". Sua passagem pelo reality foi marcada por momentos de cantoria com outros participantes. Com o fenômeno de popularidade que se tornou e graças ao empenho de sua apaixonada torcida, ela foi capaz de viralizar, ainda confinada, as músicas "Deus me proteja", de Chico César; "Sozinho", composta por Peninha e gravada por Caetano Veloso; "Bixinho", de Duda Beat; e "Triste, louca e má", da banda Francisco, el Hombre.

Ao sair, Juliette se deu conta de que possuía um verdadeiro séquito, os autodenominados 'cactos', que representam uma boa parcela dos 32 milhões de seguidores que ela tem no Instagram. Nos últimos meses, a advogada e maquiadora paraibana pavimentou a chegada do EP com participações em lives de Elba Ramalho, Gilberto Gil e Wesley Safadão.

ROMÂNTICAS


De certa forma, o registro musical orbita o universo desses três artistas. São seis músicas que transitam entre o forró, a MPB e o sertanejo. O registro é feito de canções românticas adocicadas bem produzidas e arranjadas.

Ela não assina a composição das faixas. Trata-se de um trabalho de intérprete, mas a impressão que fica é de que Juliette teve um papel decisivo na escolha da estética e das referências ao Nordeste.

Os compositores conterrâneos dela Dann Costara e Juzé, integrante da banda Os Gonzagas, assinam a letra de "Bença" e "Diferença mara". Essa última foi escolhida como carro-chefe do EP e ganhará clipe dirigido por Giovanni Bianco na próxima segunda-feira (6/09).

Juzé ainda é creditado como compositor na faixa "Sei lá", dessa vez ao lado de Carlitos e Isabelle Fernandes. "Benzin" é de Jefferson Junior, Rapha Lucas e Umberto Tavares, enquanto "Vixe que gostoso" é assinada por Diego Barão, Lucas Medeiros e Shylton Fernandes.

Espécie de madrinha de Juliette, Anitta compôs "Doce" junto com Jefferson Junior e Umberto Tavares. Assim que saiu do "BBB", ela foi cobiçada por grandes gravadoras, mas acabou assinando com a Rodamoinho Records, de Anitta, que tem parceria com a Virgin Music Brasil.

POLÊMICA 


Antes mesmo de ser lançado, o trabalho de Juliette causou polêmica nas redes sociais. Na manhã da última quarta-feira (1º/09), ela divulgou o que seria a capa do projeto. Horas depois, a publicação foi apagada e divulgada uma segunda capa. 

A primeira foi comparada com a capa do single "Indestrutível", de Pabllo Vittar, e com uma das versões da capa do último álbum de Demi Lovato, "Dancing with the devil... The art of starting over" (2021).

Mais afinada que nas apresentações ao vivo (talvez comprometidas pelo nervosismo de estar ao lado de grandes nomes da música brasileira), a Juliette que se apresenta no EP é um pouco distante da que o Brasil conheceu no "BBB". No registro, sua personalidade forte parece perdida em canções prontas que poderiam estar na voz de qualquer outra artista.

"Juliette" está longe de ser um registro ruim. O problema é que ele não faz jus à jovem que conquistou 90,15% dos votos na final do reality show mais assistido do país. Mas, para os implacáveis 'cactos', o trabalho é excelente. E isso é o que faz dele um sucesso garantido. 


“JULIETTE” 
De Juliette
6 faixas
Rodamoinho Records/Virgin Music Brasil
Disponível nas plataformas digitais


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade