Publicidade

Estado de Minas MÚSICA

Festival Sarará anuncia Zeca Pagodinho e Pabllo Vittar no line-up

Programado para daqui a um ano no Mineirão, evento reunirá ainda Elza Soares e BaianaSystem, entre outros, e promoverá encontros inéditos


27/07/2021 04:00 - atualizado 27/07/2021 18:18

Expoente do samba, Zeca Pagodinho será uma das principais atrações do Sarará 2022. Ingressos adquiridos para a edição 2020, cancelada em razão da pandemia, serão válidos (foto: Fabio Rocha/Divulgação)
Expoente do samba, Zeca Pagodinho será uma das principais atrações do Sarará 2022. Ingressos adquiridos para a edição 2020, cancelada em razão da pandemia, serão válidos (foto: Fabio Rocha/Divulgação)

Notícia para encher de esperança os fãs de música ao vivo. O Festival Sarará anuncia nesta terça-feira (27/07) a primeira leva das atrações de sua próxima edição, programada para daqui a um ano (27 de agosto de 2022), na Esplanada do Mineirão, em Belo Horizonte. Zeca Pagodinho, Pabllo Vittar, Elza Soares e BaianaSystem estão entre os artistas confirmados.

O festival terá ainda shows do trio Gilsons (formado José Gil, Francisco Gil e João Gil, filho e netos de Gilberto Gil, respectivamente), do grupo de hip hop FENDA (formado por Mayí, Paige, Laura Sette, Iza Sabino e a DJ Kingdom) e das cantoras Marina Sena e Nath Rodrigues.

Como nas edições anteriores, o Sarará 2022 terá encontros musicais inéditos. As cantoras Luedji Luna e MC Rebecca participam do show de Elza Soares. Já a cantora Margareth Menezes e o rapper Black Alien sobem ao palco junto com o BaianaSystem.

Atração de peso, Zeca Pagodinho é a grande aposta do festival, ao lado de Elza Soares. Segundo a organização, esta será a estreia do cantor e compositor num festival não dedicado somente ao samba.  

"A presença dele fortalece a proposta do Sarará de ser um festival de música tropical. Em todas as nossas edições, nunca tivemos um representante tão forte do samba, gênero basilar da música brasileira", afirma Carol de Amar, diretora artística do festival, que assina a curadoria, ao lado de Mônica Brandão.

"Com ele, nós compartilhamos também afinidade de posicionamentos. Além da música, o Zeca Pagodinho é um artista consciente, que se preocupa com a comunidade de onde veio e faz um trabalho muito importante em Xerém", ela acrescenta.


Propósito

Outra característica do line-up é a predominância de artistas negros e mulheres. Nos bastidores, os processos são liderados por uma equipe feminina, que chegou à conclusão de que isso deveria estar refletido nos palcos do evento.

"Foi uma questão de propósito", explica Carol. "Fizemos uma transformação e buscamos trazer o máximo de mulheres, considerando também a parte racional. Não adianta agir com propósito e não fechar a conta. Conseguimos equalizar o racional com nossos valores e potencializar a ascensão e o protagonismo dessas mulheres."

Ao todo, o Sarará terá 30 atrações, entre elas as festas Original Sundays e Sábado Rosa, e os coletivos BATEKOO e Lá da Favelinha. Outros artistas serão anunciados nos próximos meses. Os ingressos já estão disponíveis para compra no site da Sympla, com preços que variam de R$ 70 a R$ 240. As entradas adquiridas para 2020 valem para 2022. 

A sétima edição do festival estava marcada para o dia 29 de agosto de 2020. Em virtude da COVID-19, o Sarará realizou uma versão virtual, que reuniu nomes como Djonga, Rosa Neon, Lagum, Black Alien, FENDA, Iza Sabino e Kdu dos Anjos. 

Na época, a edição seguinte foi anunciada para o próximo dia 28 de agosto. Ainda em virtude da pandemia, o evento foi remarcado para 2022.

De acordo com Bell Magalhães, diretora-executiva do Sarará, o que mais pesou na decisão foi o quadro da vacinação. "Acompanhamos a evolução da vacinação e vimos que não seria possível fazer um festival que pretende reunir 40 mil pessoas. Achamos melhor adiar em um ano e ter uma margem de segurança maior", afirma.

Ela comenta que um legado da pandemia para o festival é o formato híbrido, ou seja, tanto presencial quanto virtual, que deve ser absorvido nas próximas edições. "Isso aumenta o nosso alcance e faz com que a gente quebre a barreira geográfica para aquele público que está fora de BH e quer acompanhar os shows."

Diante da distância da próxima edição, o Sarará não pretende passar batido em 2021. Entre setembro e outubro, será realizada uma versão minimalista do evento, ao longo de 12 dias, com atividades on-line e presenciais, que deverão ser anunciadas em breve. A organização faz mistério quanto ao local, mas adianta que se trata de um espaço novo em Belo Horizonte. 

Festival Sarará 2022

Confira o line-up do evento 

» Zeca Pagodinho
» Pabllo Vittar
» Elza Soares convida Luedji Luna e MC Rebecca
» BaianaSystem convida Margareth Menezes e Black Alien
» Gilsons
» FENDA
» Marina Sena  
» Nath Rodrigues
» Original Sundays
» BATEKOO
» Lá da Favelinha
» Sábado Rosa 



receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade