Publicidade

Estado de Minas CINEMA

Cine104 em Casa chega ao fim

Com cancelamento de patrocínio, projeto criado na pandemia encerra programação no próximo domingo e também não tem data para retomar sessões presenciais. Curadora do espaço reitera a importância de exibição de filmes "que contribuem para o conhecimento"


28/10/2020 04:00 - atualizado 28/10/2020 09:01

O fim da viagem, o começo de tudo, de Kiyoshi Kurosawa, vai encerrar a programação do Cine104 em Casa, projeto que alcançou mais de 72 mil espectadores (foto: Cine104 em Casa/DIVULGAÇÃO)
O fim da viagem, o começo de tudo, de Kiyoshi Kurosawa, vai encerrar a programação do Cine104 em Casa, projeto que alcançou mais de 72 mil espectadores (foto: Cine104 em Casa/DIVULGAÇÃO)
Depois de cerca de sete meses de programação semanal gratuita, o projeto Cine104 em Casa chegará ao fim. Ele é uma idealização do CentoeQuatro e começou em abril, depois que o local teve que fechar devido ao isolamento social imposto pela pandemia do coronavírus. O projeto encerrará suas atividades em 1º de novembro.  Destaque da última semana é a exibição de O fim da viagem, o começo de tudo, de Kiyoshi Kurosawa.

Mônica Cerqueira, de 62 anos, é curadora do espaço desde agosto de 2019 e conta que o fim do projeto se deve ao cancelamento do patrocínio. “Estávamos pretendendo ir até o final do ano e ter atividades até 2021, mas tivemos essa triste notícia. Para minha surpresa, porque o Cine 104 em Casa é tão reconhecido pelo público e tivemos uma atenção tão grande”, lamenta.

Ela conta que o anúncio do fim do patrocínio foi feito há cerca de uma semana. “Estava tudo certo, tudo exitoso, as pessoas cada vez mais aderidas. Exibimos filmes tão importantes e reflexivos e que contribuem tanto para o conhecimento do outro. Mas, infelizmente, na área cultural nem sempre o êxito de um projeto significa que ele continuará”.

O Cine104 em Casa foi criado com o objetivo de disponibilizar de forma gratuita para o público filmes e documentários com um viés alternativo. “A gente procura exatamente aquele filme que tem uma qualidade artística e que nem sempre tem um espaço nos cinemas. Filmes que tenham relevância artística, que não sejam puro entretenimento, com apelo totalmente comercial”, detalha Mônica.

Mesmo com o decreto da Prefeitura Municipal de Belo Horizonte que permite a reabertura dos espaços culturais de Belo Horizonte, como cinemas, a partir de 31 de outubro, o Cine104 não voltará às atividades normais. “Não temos previsão de reabertura e isso é muito triste”, lamenta Mônica. Ele foi aberto em 2012 e se tornou um dos poucos cinemas de rua remanescentes em BH. O espaço multiuso CentoeQuatro, criado em 2009, do qual faz parte o cinema, também permanecerá fechado por tempo indeterminado.

FILMES 

Para encerrar a programação, entre esta quarta (28) e sexta (30), será exibido o filme Oslo (2010), de Tom Tykwer, que conta a história do casal de meia-idade Hanna e Simona. Entediados com o relacionamento, eles vão a procura de aventuras, desafios e de conhecer novas pessoas. Mas, sem saber, acabam conhecendo e se apaixonando pelo mesmo homem.

Já de 30 de outubro a 1º de novembro, será exibido o filme O fim da viagem, o começo de tudo (2019), de Kiyoshi Kurosawa. O longa apresenta as aventuras e desventuras da repórter Yoko, que vai até Uzbequistão para gravar cenas para o programa de variedades que apresenta na TV Japonesa. Yoku é interpretada por Atusko Maeda, ex-integrante do grupo feminino de j-pop AKB48.

Ambos os filmes estarão disponíveis na plataforma Vimeo, a partir das 20h do primeiro dia de exibição, e as senhas de acesso podem ser encontradas nas redes sociais do CentoeQuatro.

%u201CA gente procura exatamente aquele filme que tem uma qualidade artística e que nem sempre tem um espaço nos cinemas. Filmes que tenham relevância artística, que não sejam puro entretenimento, com apelo totalmente comercial"

Mônica Cerqueira, curadora do Cine104


PÚBLICO

“O projeto foi além das minhas expectativas. Tivemos muitas surpresas, filmes com mais de 4 mil, 5 mil acessos. Começamos com 500, 400 visualizações por filme e depois fomos para a casa dos milhares”, comemora Mônica sobre a repercussão. Os filmes e documentários disponibilizados ao longo dos sete meses do projeto foram assistidos por mais de 72 mil pessoas. “Fico feliz em perceber que esse outro cinema tem espaço, que as pessoas querem esse tipo de filme”.

Mônica adianta que não pretende deixar o projeto morrer. “Tenho tanto respeito e admiração por esse público que nos acompanhou durante esses meses. Estou tentando não terminar o projeto. Só que aí não vai ser com o Cine104, mas como um projeto independente para não perder esse elo com o público”. Ela afirma que está tentando parcerias com distribuidores de filmes e patrocinadores para continuar a disponibilizar os filmes.

"Estávamos pretendendo ir até o final do ano e ter atividades até 2021, mas tivemos essa triste notícia (do fim do patrocínio)... Infelizmente, na área cultural nem sempre o êxito de um projeto significa que ele continuará"

Mônica Cerqueira, curadora do Cine104


* Estagiária sob supervisão da subeditora Tetê Monteiro
(foto: Leandro Couri/EM/D.A Press)
(foto: Leandro Couri/EM/D.A Press)


PROGRAMAÇÃO FINAL
Os filmes estarão disponíveis na plataforma Vimeo e as senhas de acesso poderão ser adquiridas nas redes sociais do CentoeQuatro

OSLO (2010)
» Dirigido por Tom Tykwer
» Duração:1h59
» Poderá ser assistido a partir das 20h de 28 de outubro e ficará disponível por 48hO FIM DA VIAGEM, O COMEÇO DE TUDO (2019)
» Dirigido por Kiyoshi Kurosawa
» Duração: 2h
» Poderá ser assistido a partir das 20h de 30 de outubro e ficará disponível por 48h


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade