Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Publicidade

Estado de Minas TELEVISÃO

Chef mineiro Leo Paixão avaliará colegas em novo reality gastronômico

Com formato inédito que valoriza os ingredientes e os pratos da culinária brasileira, programa competitivo que estreia quinta (10) na Globo será apresentado por Claude Troigros


postado em 09/10/2019 04:00 / atualizado em 08/10/2019 19:40

O chef mineiro Leo Paixão, do Glouton, se diz defensor da culinária mineira(foto: Victor Pollak/Divulgação)
O chef mineiro Leo Paixão, do Glouton, se diz defensor da culinária mineira (foto: Victor Pollak/Divulgação)

Seguindo a tendência dos programas sobre gastronomia que se multiplicaram na TV, estreará nesta quinta-feira (10) Mestre do sabor (Globo), tendo o chef mineiro Leo Paixão como um dos integrantes fixos da atração. 
 
Ao lado da carioca Kátia Barbosa e do português José Avillez, Paixão (Glouton) fará a avaliação de 24 candidatos, todos chefs profissionais vindos de diferentes regiões do Brasil, que competirão entre si.

O formato original mira na valorização da gastronomia brasileira. Os candidatos deverão preparar suas melhores receitas. Os três mestres – Avillez, Kátia e Leo Paixão – degustam os pratos sem saber quem os cozinhou. 

As avaliações são individuais. A cada prato, o chef avaliador decide se o autor merece uma vaga no seu time para seguir na competição. Se mais de um mestre aprovar o mesmo candidato, ele é quem escolhe o time no qual irá ingressar. Os três times seguem para a próxima fase com oito integrantes cada um.

A apresentação caberá ao carismático chef francês radicado no Brasil Claude Troisgros, experiente em programas como Menu confiança, Que marravilha! e The taste Brasil, todos do GNT. Ele conta que a ideia de Mestre do sabor surgiu numa conversa com Boninho, diretor responsável por realities como Big brother Brasil. 

“O programa reverencia e homenageia o Brasil e todas as suas regiões, cada uma com sua história, seus produtores e suas técnicas de cozinha diferentes. E é uma competição saudável, que soma, ensina, acolhe. Tem emoção, humor e amor. Nas provas, por exemplo, a gente sempre fala dos melhores pratos. É a aprovação e não a reprovação. Valorizamos bastante o lado educativo”, diz Troigros.

O apresentador ressalta as distintas características dos chefs jurados. “Kátia Barbosa é uma amiga querida, que conheço e acompanho desde o início, quando ela começou com um boteco bem pequeno na Praça da Bandeira, no Rio. É uma guerreira. José Avillez é um dos maiores nomes da gastronomia mundial. O que pouca gente sabe é que ele estagiou no meu restaurante Olympe há 20 anos. E Leo Paixão é um chef que mudou a história da culinária mineira de raiz.”

SABEDORIA
 
Na opinião de Troigros, o chef mineiro consegue imprimir à sua cozinha ao mesmo tempo “alma e sabedoria”. “A cozinha do Leo me emociona. Ele trabalha os ingredientes que fazem parte da cultura gastronômica mineira com técnica contemporânea, mas com aquela pegada de panela. O prato mineiro de que mais gosto é frango com quiabo e angu”, comenta.

Leo Paixão, que trocou a medicina pela gastronomia, celebra seu atual momento profissional. Além do programa na Globo, ele acaba de receber mais uma vez o prêmio de chef do ano em Belo Horizonte pela revista Veja Comer & Beber. 

O chef José Avillez, o sous chef Batista, o apresentador Claude Troisgros e os jurados Leo Paixão e Katia Barbosa estão no programa Mestre do sabor (foto: Victor Pollak/Divulgação)
O chef José Avillez, o sous chef Batista, o apresentador Claude Troisgros e os jurados Leo Paixão e Katia Barbosa estão no programa Mestre do sabor (foto: Victor Pollak/Divulgação)
“Minha carreira está amadurecendo um pouco. Esse convite para a Globo foi muito inesperado e muito feliz. Gosto muito de fazer televisão e, na Globo, para mim, era quase um sonho que eu nem achava que fosse possível. O prêmio da Veja também é importante. Ganhamos neste ano melhor gastrobar (Nicolau) e melhor restaurante da cidade (Glouton), além de chef. Fico muito feliz, porque defendo e me empenho muito em fazer a gastronomia de Minas Gerais”, afirma o chef, que é proprietário da Nico, casa especializada em sanduíches.

Leo considera que tomar parte do Mestre do sabor será uma oportunidade para comunicar a forma como ele enxerga a gastronomia e “mostrar que se faz comida brasileira com muita seriedade, muito compromisso e muita alegria”. Ele diz o maior desafio do projeto é tentar dar o melhor de si e não correr o risco de cometer injustiça na hora de selecionar os pratos. “É um formato muito positivo, muito verdadeiro e muito honesto com o público e muito justo com os cozinheiros, pelo fato de ser feito como é – às cegas”, afirma o chef, que ainda desenvolve um projeto com a Globo Minas de um programa local e documental sobre a gastronomia mineira e deve abrir em breve mais um restaurante e um bar.

Mestre do sabor

. Estreia nesta quinta (10), às 22h30, na Globo
. Reprises com material estendido às sextas, às 21h30, no GNT


Publicidade