Publicidade

Estado de Minas

Conheça fãs mineiros que fizeram loucuras de amor por Sandy & Junior

Giselle já foi parar no hospital depois de despachar a si mesma numa caixa de papelão para o camarim da dupla; Paulo vai ver os 18 shows da turnê 'Nossa história', que chega neste sábado (17) a BH


postado em 17/08/2019 06:00 / atualizado em 17/08/2019 09:59

Giselle Kalil, que em 2001 tentou se remeter dentro de uma caixa ao show de Sandy & Junior no Mineirinho, espera conseguir hoje chegar ao camarim da dupla(foto: Jair Amaral/EM/D.A.Press )
Giselle Kalil, que em 2001 tentou se remeter dentro de uma caixa ao show de Sandy & Junior no Mineirinho, espera conseguir hoje chegar ao camarim da dupla (foto: Jair Amaral/EM/D.A.Press )
É hoje. A turnê Nossa história, em que Sandy e Junior revivem os grandes sucessos de sua carreira como dupla, desembarca neste sábado (17), em Belo Horizonte. Os 24 mil ingressos se esgotaram pouco depois de ser colocados à venda, em março passado. A noite de hoje será o fim da espera para fãs que têm uma longa história de amor pelos irmãos, que não se apresentam juntos desde 2007.

Em alguns casos, a dedicação à dupla impulsionou atitudes que só os muito apaixonados são capazes. É o caso de Giselle Kalil, que há quase 20 anos foi parar no hospital, depois de uma não muito bem-sucedida tentativa de remeter a si mesma (dentro de uma caixa de papelão gigante) para o camarim de Sandy & Junior. A história da “menina da caixa” ficou muito conhecida em 2001. Naquele ano, Giselle tinha ingresso garantido para o show em Belo Horizonte, no Mineirinho. Mas, dias antes da apresentação, sofreu um furto no Centro da cidade. Sem dinheiro e sem nenhuma vontade de perder o show, ela e uma amiga traçaram um plano.

As duas fãs, famosas pelo fato de, no ano anterior, terem entregado à produção da dupla uma carta de 11 quilômetros, decidiram que, para obter acesso ao show e à área VIP, Giselle iria dentro de uma caixa, cujo conteúdo elas diriam ser uma carta de 50 quilômetros. E sua amiga – que tinha ingresso – entregaria o pacote ao pessoal da organização. “O plano era simples. Sabíamos como funcionava o esquema de presentes. Então, ela – minha amiga, que de amiga não tinha nada –  entraria no Mineirinho carregando a caixa e, quando tivesse oportunidade, rasgaria a estrutura com estilete. Assim, eu poderia aproveitar o show”, conta a hoje fotógrafa profissional, de 36 anos.

ATRAÇÃO 

 Entretanto, a amiga de Giselle acabou deixando-a na mão, ou melhor, na caixa. Ao chegarem ao local, a amiga de Giselle, acompanhada da caixa gigante, atraiu a atenção de repórteres, que passaram a entrevistá-la. “Essa minha amiga virou atração, dizendo que na caixa tinha uma carta de 50 quilômetros. Assim, ela ganhou vários benefícios, e eu dentro da caixa, desde as cinco da manhã, escutava tudo.”

Antes de subirem ao palco, os filhos de Xororó afirmaram em entrevista coletiva que, durante o show, abririam o pacote com uma carta de fãs que entraria para o livro dos recordes. A essa altura, Giselle pedia à amiga para ser retirada da caixa imediatamente, pois estava sem água, com pouco ar e muita vontade de ir ao banheiro. A amiga, porém, sussurrou que, naquele momento, o movimento era grande e não teria como usar o estilete. Giselle continuou presa.

“Percebi que minha amiga não iria me tirar lá de dentro. Comecei a tentar sair, mas era em vão, não tinha forças. Colocamos muitas camadas de papel para imitar que ali (na caixa) tinha uma enorme carta. Adormeci e acordei com o som da banda, comecei a bater nas paredes de papelão. Alguém da produção ouviu e me tirou lá de dentro depois de 16 horas", relembra Giselle.

Devido à fraqueza, ela foi levada ao hospital e diagnosticada com princípio de isquemia cerebral, devido à falta de oxigenação. Sua mãe, que não apoiava a adoração por Sandy & Junior, imaginava que a filha estava dormindo na casa de uma amiga. E soube de tudo assistindo a uma transmissão ao vivo na TV, diretamente do hospital.

Especialista em newborn – técnica focada em registrar recém-nascidos –, a fotógrafa conta que, desde aquele dia, nunca mais teve contato com a “amiga” de aventura. Para o show de hoje, seu ingresso está garantido, e ela novamente sonha com a ida ao camarim para tirar várias selfies com os ídolos. “Seria um sonho e uma grande emoção poder encontrá-los nesse show épico e contar a Nossa história mais uma vez. Hoje, como fotógrafa profissional, valorizo mais ainda esses registros. Certamente, o momento será inesquecível.”

Bárbara Neves presidiu um fã-clube da dupla por 12 anos e hoje colocou à venda seu acervo sobre a carreira dos irmãos(foto: Jair Amaral/EM/D.A.Press)
Bárbara Neves presidiu um fã-clube da dupla por 12 anos e hoje colocou à venda seu acervo sobre a carreira dos irmãos (foto: Jair Amaral/EM/D.A.Press)


RECORDAÇÕES À VENDA

Em 1996, Bárbara Neves de Freitas fundou o fã-clube “Vida Eterna Sandy e Junior”, em Belo Horizonte. “O objetivo era reunir fãs da dupla para irmos juntos aos shows. Percorremos vários quilômetros. Fomos a todas as apresentações realizadas nesse período em Minas Gerais, mais de 110 shows”, conta a hoje turismóloga e instrutora de zumba, de 34 anos.

No fundo da casa de Bárbara, havia um barracão cuja fachada foi tomada pelo grafite com a imagem dos irmãos fenômenos do pop nacional. Era ali que os fãs se reuniam mensalmente e faziam festas de aniversário para Sandy – com a imagem da cantora presente num painel de papelão.

Em seus 12 anos sob a presidência de Bárbara, o clube chegou a ter 500 integrantes e uma filial em Salvador. Esses fãs madrugaram na porta do Mineirinho, em 2002, para estar à frente do palco no programa Criança esperança. No mesmo ano, promoveram num shopping de Contagem exposição de 200 fotos tiradas da dupla em shows.

Mas nem todo amor é eterno, e o de Bárbara pela dupla esfriou. Esta noite, Bárbara não estará no show na Esplanada do Mineirão e colocou à venda no Facebook seu acervo relacionado à carreira de Sandy & Junior. “Foi uma fase gostosa da minha vida e guardo muitas recordações”, diz.

O publicitário Paulo Fonseca, que vive em Montes Claros, decidiu assistir a todos os shows da turnê Nossa história (foto: Acervo pessoal/Paulo Fonseca)
O publicitário Paulo Fonseca, que vive em Montes Claros, decidiu assistir a todos os shows da turnê Nossa história (foto: Acervo pessoal/Paulo Fonseca)


18 SHOWS E UM AMOR INESPERADO

Até este ano, o publicitário Paulo Fonseca, de 27 anos, presidente do fã-clube oficial “Um Segredo e um Amor”, havia assistido a apenas um show de Sandy & Junior, em 12 de julho de 2007. Quando a turnê Nossa história foi anunciada, ele decidiu que mudaria esse placar e seguiria os irmãos por toda parte. Sim, ele decidiu assistir a todos os 18 shows da turnê.

Morador de Montes Claros, no Norte de Minas, Paulo já foi às apresentações em Recife, Salvador, Brasília e Rio de Janeiro. Neste sábado (17), assiste ao show em Belo Horizonte. E depois acompanha a dupla em São Paulo, Curitiba, Manaus, Belém, Porto Alegre, e novamente São Paulo e Rio. As pernas internacionais da turnê não ficaram fora do alcance do publicitário, que se programou para ir também aos shows em Nova York e Lisboa.

Com toda essa movimentação, o fã inaugurou o canal no YouTube “1989 Sandy Junior”. Lá, reúne entrevistas feitas por ele com atores, fotógrafos e cantores próximos à dupla. E produz vídeos de bastidores antes dos shows. Mas o mais inesperado fato de bastidor ocorreu com o próprio Paulo, que encontrou um amor no Rio de Janeiro, antes da apresentação dos filhos de Xororó na Cidade Maravilhosa. Philippe Rodrigues também é fã da dupla. “Se não fosse essa turnê, eu não o teria conhecido”, diz Paulo.

O relacionamento hoje é mantido a distância. Mas Philippe e Paulo estarão juntos nos shows da dupla fora do Brasil – 2 de outubro em Nova York, e 6 de outubro em Lisboa. O esforço do publicitário é reconhecido pela produção de Sandy & Junior. Ele já foi entrevistado no Rio de Janeiro pelo diretor Douglas Aguillar, o Mau do seriado Sandy & Junior, que trabalha atualmente na turnê. Segundo ele, a dupla acompanha o canal do fã de carteirinha.

*Estagiário sob a supervisão da editora Silvana Arantes


Publicidade