Publicidade

Estado de Minas ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL

Farinha de cascas: aproveitamento integral dos alimentos

Farinhas preparadas a partir das cascas das frutas e dos ovos garantem mais nutrientes e benefícios não só à saúde, mas evitam o desperdício


21/11/2021 04:00 - atualizado 25/11/2021 09:21

Farinha de casca de ovo
A farinha de casca de ovo é rica, principalmente, em cálcio, magnésio e potássio, que são importantes para o desenvolvimento do corpo (foto: Bruno Germany/Pixabay)
É inacreditável, absurdo, vergonhoso, lamentável, mas de acordo com a Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO), enquanto 821 milhões de pessoas passam fome no mundo, um terço dos alimentos produzidos e ainda com valor são desperdiçados diariamente. O Brasil está na lista dos 10 países que mais desperdiçam, gerando descarte de aproximadamente 30% de tudo que é produzido para o consumo. Uma das formas de aproveitar o alimento da melhor forma e na sua integralidade, aproveitando todos os nutrientes, é adicionar à rotina o hábito de consumir as cascas na forma de farinha.
 

A farinha de cascas de frutas e ovos é um complemento da alimentação. E você pode ingeri-la com iogurte, frutas picadas, feijão, preparo de bolo e pão

Juliana Nakabayashi, nutricionista

Cascas de frutas e dos ovos
são ótimas escolhas. Coloridas e altamente nutritivas, as cascas das frutas são fontes de fibras naturais que auxiliam no bom funcionamento do organismo. E são tão benéficas à saúde quanto a polpa.

O ovo é um dos alimentos mais ricos para o dia a dia, combinação perfeita entre a clara e a gema é uma fonte rica em ômega 3, ferro, vitamina B12, albumina (proteína excelente para o ganho de massa muscular), além de contribuir para a aceleração do metabolismo e conter baixos níveis calóricos e alta capacidade de saciedade. Mas a sua casca também é rica, principalmente, em cálcio, magnésio e potássio importantes para o desenvolvimento do corpo.

Maçã sendo descascada
As cascas de frutas, como a maçã, também podem ser reaproveitadas (foto: Jacqueline macou/Pixabay)
nutricionista Juliana Nakabayashi destaca os nutrientes da casca das frutas: “Na maior parte do tempo ela é desprezada e, com isso, desperdiçamos uma parte valiosa dos alimentos. Hoje, com o aumento da consciência aos cuidados à saúde associado à proteção ao meio ambiente, redução do desperdício e o incentivo à alimentação saudável e acessível a todos, tem se falado nas redes sociais sobre a utilização da farinhas de cascas de frutas e ovo. Pode-se utilizar cascas de laranja, limão, maçã, maracujá e até a semente do melão é uma boa opção”.
 

COMO USAR DE FORMA SEGURA 


nutricionista Juliana Nakabayashi
A nutricionista Juliana Nakabayashi destaca que na maior parte do tempo a casca de fruta é desprezada e, com isso, desperdiçamos uma parte valiosa dos alimentos (foto: Felipe Muller/Divulgação )
Para secá-las, a nutricionista indica o forno com temperatura até 100°C. Segundo ela, cada casca tem seu tempo. Dependerá da quantidade de água de cada uma. Se puder desidratá-las em separado, melhor. Abra o forno a cada 15 minutos e mexa as cascas. Depois que estiverem secas e quebrando, estão prontas. Aí é esperar esfriar e bater no liquidificador. Guarde em recipiente de vidro com tampa.

Já em relação à casa do ovo, Juliana Nakabayashi alerta sobre a importância de retirar a película de dentro, ela solta inteira quando começamos a puxar, assim sua farinha não ficará com cheiro de ovo. Um cuidado com os ovos é que não se deve juntar as cascas ao longo da semana. Quebre os ovos na hora de levar as cascas ao forno. Não precisa ser muitos por vez (três são suficientes), já que o teor de cálcio da casca é muito alto e a quantidade a ser consumida é pequena, aproximadamente ½ colher de cafezinho.

Cascas de ovo
É importante saber higienizar as cascas de ovos para fazer a farinha de forma segura (foto: Greg Reese/Pixabay)
A nutricionista destaca os cuidados na hora de limpar e higienizar, o que deve ser feito bem antes de levar ao forno e guardar sempre em um recipiente de vidro bem tampado por até três meses. Lave bem a casca com uma bucha para retirar terra e outras sujidades. Depois higienize com uma solução de água com bicarbonato de sódio, deixe por 20 minutos.

A quantidade é uma colher de sopa de bicarbonato para um litro de água. Despreze essa água, enxágue e agora deixe em solução com cloro. Uma colher de sopa de água sanitária para uso geral, com 2 a 2,5 PPM de cloro, em 1 litro de água. Deixe por mais 20 minutos. Enxágue e deixe que escorra o excesso de água. Deixe sobre um pano de prato limpo até que fiquem secos. O bicarbonato ajuda a neutralizar alguns agrotóxicos que possam estar na casca e o cloro elimina os microrganismos.

QUANTO CONSUMIR? 


Casca de limão
As furtas cítricas, como o limão, também podem fazer parte da farinha de cascas (foto: Ajale/Pixabay)
Para Juliana Nakabayashi, as cascas não oferecem riscos, mas não se devem exceder duas colheres de sopa por dia, já que as pessoas certamente consumirão fibras e nutrientes vindos de outros alimentos consumidos ao longo do dia. “A farinha de cascas de frutas e ovos é um complemento da alimentação. E você pode ingeri-la com iogurte, frutas picadas, feijão, preparo de bolo e pão.”

Juliana Nakabayashi destaca que, além da farinha de cascas, é possível reaproveitar os talos e cascas de frutas e legumes em várias receitas culinárias como em omeletes, bolos, farofas e pães, evitando também o desperdício. A Secretaria de Agricultura e Abastecimento do governo de São Paulo criou em 2016 0 “ebook de receitas Diga não ao desperdício e pancs”, vale a pena conhecer, tem receitas nutritivas, simples e gostosas (http://www.codeagro.agricultura.sp.gov.br/uploads/publicacaoesCesans/Diga_nao_ao_desperdicio_Pancs.pdf).


Alimentos mais desperdiçados pelos brasileiros

  1. Arroz: 22% do total
  2. Carne bovina: 20%
  3. Feijão: 16%
  4. Frango: 15%
  5. Hortaliças: 4%
  6.  Frutas: 4%


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade