Publicidade

Estado de Minas BEM-ESTAR

Conheça a dieta da cantora Adele, que combina vinho tinto e chocolate

Dieta Sirtfood foi criada em 2016 e virou moda mundial. Entre os adeptos está a cantora Adele, que emagreceu 45 quilos


postado em 27/05/2020 10:30 / atualizado em 27/05/2020 10:41

O chocolate amargo é um dos alimentos incluídos na dieta Sirtfood por sua funcionalidade como ativador de sirtuínas(foto: Divulgação)
O chocolate amargo é um dos alimentos incluídos na dieta Sirtfood por sua funcionalidade como ativador de sirtuínas (foto: Divulgação)
 
A dieta Sirtfood, criada em 2016 por nutricionistas britânicos, ficou mundialmente conhecida por combinar, durante o regime alimentar, o consumo de vinho tinto e chocolate amargo. O método consiste em restrição calórica e consumo de alimentos que estimulem a produção de sirtuínas, grupo de enzimas que propicia o melhor funcionamento do metabolismo. 

Entre os adeptos está a cantora Adele, que emagreceu 45kg, ao associar as recomendações e cardápios Sirtfood às aulas de pilates, e surpreendeu seus seguidores ao publicar, em suas redes sociais, fotos que exibiam os resultados alcançados.  

Neste contexto, a dieta, já conhecida mundialmente, se tornou moda e “mistério” quanto ao seu funcionamento. Isso porque vinho e chocolate normalmente são produtos a serem evitados durante um regime alimentar. 

No entanto, a nutricionista Adriana Stavro explica que a ingestão desses alimentos durante a dieta se justifica pela constatação, de pesquisadores, quanto à característica de ativadores de sirtuínas atribuída a determinados alimentos e bebidas. Além disso, esses produtos são capazes de acionar as vias dos “genes magros”

“Essas chamadas vias são as mesmas a serem ‘ligadas’ pelo jejum e pelo exercício físico, trazendo benefícios notáveis, ajudando o corpo a controlar melhor os níveis de açúcar no sangue, queimar gordura, construir músculos e melhorar a saúde e a memória.” 

Adriana destaca que, apesar de não existir comprovação científica, alguns benefícios são reconhecidos por estudiosos e nutricionistas, como a possibilidade de eliminação de sete quilos em sete dias. Além da perda de peso, os sirtfoods são associados a um grupo de nutrientes que ativam a redução de gordura, enquanto programam as células para otimizar a saúde e a longevidade

“A dieta Sirtfood estimula o consumo de alimentos saudáveis ricos em polifenóis, como o chá verde, chocolate amargo, cebola roxa, frutas vermelhas, frutas cítricas, castanhas, nozes, rúcula, azeite extra virgem, repolho roxo, café e proteínas, como salmão e frango, além dos conhecidos sucos detox”, diz. 

Porém, a nutricionista pontua que alguns efeitos negativos podem ser notados ao longo desse tipo de regime alimentar, visto que ao ingerir menos calorias, consequências emocionais e físicas podem ser percebidas.  

“Nos três primeiros dias da dieta há uma redução de pelo menos mil calorias, e essa redução drástica faz com que as pessoas se sintam cansadas, com fome, irritadas e, a médio prazo, pode levar à perda de massa muscular e a um metabolismo estagnado. Além disso, a restrição alimentar está relacionada com transtornos alimentares como anorexia e bulimia.” 

Cuidados 
 

Adriana ressalta que toda educação alimentar necessita de cautela e, portanto, acompanhamento médico. Sendo o paciente portador de comorbidades, como diabetes, hipertensão e/ou problemas cardíacos, os cuidados devem ser redobrados. Por isso, a nutricionista afirma condicionar o segredo de uma vida saudável no equilíbrio e recomenda a realização de um planejamento

“É essencial que um médico especializado seja escolhido para ajudar nesta jornada. Dessa forma, será possível que o paciente encontre os excessos em sua alimentação, bem como os alimentos que podem prejudicar a saúde de tal, a fim de fazer adaptações. Além disso, cada dieta deve ser específica, pois cada metabolismo é um. Portanto, é importante que as pessoas se dediquem à realização de suas dietas e não as de outrem.” 
 

"Os alimentos que fazem parte da dieta são: trigo sarraceno; alcaparras; salsão; pimenta; chocolate 70%, apenas dois quadradinhos ao dia; café, três xícaras de 150 ml; azeite extra virgem; chá verde; matcha; tâmara; salsinha; cebola vermelha; vinho tinto, 15ml ao dia; soja; morangos; cúrcuma; rúcula; frutas vermelhas; frutas cítricas; oleaginosa, como avelã; castanhas e nozes; alcaparras; chicória roxa; aipo; repolho roxo; salsa; couve manteiga; proteínas, como salmão e frango e sucos verdes."

Adriana Stavro, nutricionista

 

Ainda, Adriana destaca que a quantidade de alimentos a ser ingerida deve ser quantificada a partir de cada paciente, e que a prática regular de atividades físicas pode ser uma aliada à dieta Sirtfood, que, segundo ela, deve ser pensada como uma opção estimulante ao metabolismo, de forma contínua, sem estresse e/ou restrições

Plano alimentar 


A dieta Sirtfood é pautada em dois estágios, a começar por um programa intensivo feito por sete dias, projetado para dar início à perda de peso. “A pessoa consome mil calorias nos três primeiros dias. Em cada um deles, é necessário a ingestão de três sucos verdes e o consumo de uma refeição rica em alimentos sirt. Do quarto ao sétimo dia, deve-se aumentar a ingestão calórica para 1,5 mil, com dois sucos verdes e duas refeições diárias”, explica Adriana. 

Já o estágio dois desse regime alimentar, responsável pela manutenção dos resultados, dura 14 dias. No entanto, de acordo com a nutricionista, o objetivo inicial de perda de peso constante, não se perde. “Nessa etapa, a pessoa pode comer três refeições balanceadas e ricas em alimentos sirt, além de um suco verde.” 

Quanto aos alimentos incluídos ou não nesta dieta, a nutricionista explica que aqueles que não são considerados como ativadores de sirtuínas devem ser cortados das refeições. E lista os considerados essenciais neste regime.
 
Adriana Stavro, nutricionista(foto: Divulgação)
Adriana Stavro, nutricionista (foto: Divulgação)
“Os alimentos que fazem parte da dieta são: trigo sarraceno; alcaparras; salsão; pimenta; chocolate 70%, apenas dois quadradinhos ao dia; café, três xícaras de 150 ml; azeite extra virgem; chá verde; matcha; tâmara; salsinha; cebola vermelha; vinho tinto, 15 ml ao dia; soja; morangos; cúrcuma; rúcula; frutas vermelhas; frutas cítricas; oleaginosa, como avelã; castanhas e nozes; alcaparras; chicória roxa; aipo; repolho roxo; salsa; couve manteiga; proteínas, como salmão e frango e sucos verdes.” 

Adriana destaca, ainda, que a dieta Sirtfood pode ser repetida sempre que o paciente desejar, a fim de aumentar a perda de gordura e evidenciar os resultados já obtidos. 

* Estagiária sob a supervisão da editora Teresa Caram

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade