Publicidade

Estado de Minas

Coronavírus e tecnologia: a importância de manter aparelhos eletrônicos limpos

Aprenda como desinfetar corretamente celulares, tablets, impressoras e outros equipamentos


postado em 21/03/2020 12:55 / atualizado em 21/03/2020 13:00

(foto: Pixabay)
(foto: Pixabay)

A cada dia que passa, com a disseminação do coronavírus, orientações sobre como conter o contágio passam a ser de conhecimento de todos, uma vez que estão sendo amplamente divulgadas. Além das medidas básicas, como a higienização correta das mãos, a forma adequada de tossir e espirrar, a limpeza de ambientes e a consciência sobre o perigo de estar em locais aglomerados, outros aspectos relacionados às atividades diárias também entram na lista de precauções.

É o que ocorre quando se considera equipamentos e dispositivos usados por todos cotidianamente, seja em casa seja no trabalho. Torna-se urgente o cuidado com o manuseio de celulares, tablets, computadores móveis, scanners, impressoras, teclados, entre outros.

Para as capinhas de proteção de celulares, por exemplo, que costumam acumular sujeira, se forem fabricadas com plástico, silicone, ou algum material parecido, elas podem ser limpas com água e sabão, e depois deixar secar. Se feitas com outros materiais, é preciso aplicar produtos apropriados.

Celulares também podem ser higienizados com uma flanela de microfibra e álcool isopropílico, produto que serve para todos os eletrônicos. Sprays para limpar telas e lentes de óculos, comumente disponíveis em lojas de eletrônicos e óticas, também servem para o display de smartphones e outros equipamentos.

"Com a rápida escalada da COVID-19, lavar as mãos é importante, mas também é essencial cuidar da limpeza de dispositivos que são usados por diversos trabalhadores”, salienta Vanderlei Ferreira, presidente da Zebra Technologies no Brasil. A empresa criou um guia com boas práticas para limpar e desinfetar aparelhos corporativos e de uso pessoal. Um dos objetivos, conforme Vanderlei, é auxiliar trabalhadores da linha de frente que utilizam esses equipamentos em lojas, centros de distribuição e, especialmente, em hospitais.

Como ensina o profissional, é necessário observar as instruções do fabricante de cada equipamento, mas algumas dicas servem para todos, inclusive para dispositivos individuais.

Confira as dicas:

1. Prepare-se

Tire o aparelho da tomada antes de começar o processo de limpeza.

2. Escolha o produto de limpeza correto

Os fabricantes de dispositivos costumam indicar qual tipo de produto de limpeza pode ou não ser usado. Busque informações para ter certeza de que você está usando um limpador que não vai danificar seu aparelho.

3. Use paninhos e cotonetes

Nunca aplique o líquido de limpeza diretamente no dispositivo. Molhe um pano limpo com o produto, tomando cuidado para não encharcar, e limpe o aparelho com ele. Use cotonetes para atingir áreas difíceis de alcançar.

4. Espere até o aparelho estar completamente seco


Deixe o equipamento secar bem antes de religar a energia. Ele pode secar naturalmente ou você pode secá-lo com um pano macio, que não solte fiapos.

Outras dicas:

- Para monitores e telas: basta espirrar e passar uma flanela de microfibra que recebeu spray próprio para limpeza de eletrônicos e deixar secar naturalmente. Flanela com álcool isopropílico pode ser utilizada para o corpo do monitor, a parte de trás e a base. Fundamental é manter as telas limpas já que, mesmo que não seja costume tocá-las, o usuário respira constantemente em frente ao display, além de tosse ou espirro eventuais.

- Para teclado e mouse:
a limpeza completa do teclado pede a remoção de todas as teclas, tirando a sujeira por baixo. Mas, para quem não tem disposição para tal, a limpeza profilática, para impedir uma infecção, pode mais uma vez ser realizada com o pano com álcool isopropílico. No teclado, é indicado passar a flanela de microfibra com o produto por cima, com cuidado e devagar, atentando para cada tecla e seus cantos, o que já desinfeta o equipamento por si só. Para o mouse, o mesmo pano com esse álcool especial, limpando cada parte calmamente.

- Para notebooks: o mesmo processo com o monitor e o teclado, com o spray limpador de telas, a flanela de microfibra e o álcool isopropílico.

- Em todos os equipamentos
, atenção para o excesso de álcool no pano, para evitar que o produto escorra para o interior do equipamento.

*Álcool isopropílico é um tipo de álcool encontrado facilmente para venda na internet ou em lojas de eletrônicos. Tem a propriedade de desinfetar e matar micróbios como o álcool etílico, mas é menos abrasivo, prejudicando menos os eletrônicos. Com a vantagem de evaporar fácil, seca bem mais rápido e evita curtos-circuitos.

Fonte: Mundo Conectado


Publicidade