Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas NEGÓCIOS

O sucesso das empresas em 2022. Como identificar um cenário positivo

Oriundas de ambiente atribulado, cheio de incertezas e até temor, chega o momento de novo salto para empresas, que precisam adotar novas posturas e estratégias


26/12/2021 06:00 - atualizado 24/12/2021 13:34

Imagem ilustrativa mostrando 2022
(foto: Pixabay)

Os anos de 2020 e 2021 foram um teste para a capacidade de sobrevivência, manutenção e de desenvolvimento para todas as empresas. Independentemente do que aconteceu nesses períodos, os fatos serviram para solapar as empresas, testar suas capacidades de gestão, avaliar o poder real dos seus negócios, medir a verdadeira força do seu mercado global e local de atuação, e ainda mais, testar a capacidade cognitiva de seus gestores, de todos os níveis.

Enquanto o cenário que está passando deu chances repentinas para alguns negócios, foi rápido em criar dificuldades para outros. Chegou a hora de fazer todas as alterações necessárias para ficar forte para os anos seguintes. Todos, sem exceção, precisarão planejar e definir novas estratégias, identificar as melhores formas de atuação junto ao mercado, saber como lidar perfeitamente com os "novos" consumidores.

São novos consumidores porque seus desejos mudaram, suas necessidades e seus hábitos de consumo ficaram diferentes e redirecionaram os seus recursos buscando novos valores que passaram a tomar conta de suas mentes e os levaram a novos estilos de vida, tudo assumido muito velozmente. Praticamente nada, será como antes, amanhã. O que deu muito certo há dois, três anos, provavelmente precisará ser repensado. Além do mais, o que não se esperava, tão rapidamente, chegou, provocando mudanças nos formatos das organizações.

Recentemente, me perguntaram sobre a minha visão para o varejo em 2022. E eu respondi rapidamente que vejo de forma muito positiva. A vitória sobre a COVID-19 e suas variantes se mostra cada vez mais provável. Os problemas graves ocorridos nos anos anteriores, serviram para ensinar as empresas. Eles vão mostrar a elas a importância de se ter maior flexibilidade e competência no sistema de logística e de digitalização de seus processos, áreas que ainda carecem de aperfeiçoamento e atualização. As dificuldades são mestras para as organizações.

visão que se têm dos clientes ainda não chegou ao desejado. Muitas empresas estão deslumbradas pelos meios digitais e se esqueceram de se apaixonar pelos seus clientes, oferecendo a eles um pouco de calor humano. O próximo ano vai exigir, ainda mais, que o cliente esteja no centro do negócio de todas as organizações.

O ano de 2022 será de muitas oportunidades. Será caracterizado pela identificação de novos caminhos, pela forma de andar neles, e com qual rapidez será necessário caminhar para se obter sucesso.

Sistemas de e-commerce continuarão crescendo fartamente, as atividades de home office tenderão a se ampliar, incentivadas especialmente pelos recursos digitais disponíveis e a preços interessantes, os sistemas de vendas através de dropshipping, que são as vendas sem produtos em estoque, mas, com ofertas e comercialização de produtos de fornecedores diversos.

Outra área que promete sucesso são os chamados atacarejos, cujas lojas veem crescendo fortemente no Brasil e prometem avançar cada vez mais. Setores como o de alimentação, saneamento, farmácias, estética, empresas especializadas em produtos veganos, vegetarianos e especialmente aqueles caracterizados por não terem lactose, nem glúten, mostram-se como um mercado crescente, mas, que exigem certos conhecimentos e capacitação diferenciada.

O segmento de alimentação vem à frente nas oportunidades de investimentos, pois, sempre há demandas em todos os perfis de clientes.

As vendas de bolos, tortas, salgados, doces, chocolates, biscoitos, são as opções mais procuradas por pessoas que querem entrar no mercado, e também empresas que querem explorar esta fração de negócio. Novas formas de atuação, maior qualidade, higienização e humanização nos relacionamentos, serão cobrados dos restaurantes, hotéis, e outras formas de comercialização de alimentos e oferecimento de divertimento.

Os caminhos realmente mudam, mas, as necessidades e desejos continuam existindo. As formas de demandar ficam diferentes, mas, cabe às empresas identificá-las e oferecer tudo de forma superior ao esperado. O ano de 2022, demanda, antes de qualquer coisa, uma mentalidade empresarial de superação, o alcance de objetivos muito bem definidos e a busca incessante pelo sucesso, mesmo enfrentando os possíveis entrecortes
oriundos do mercado.

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade