Publicidade

Estado de Minas OPINIÃO SEM MEDO

Allan do Santos, arruaceiro digital do clã Bolsonaro, será preso em breve

Mentiroso, reacionário, golpista e incentivador de violência contra opositores dos patrões, foragido nos EUA, tem a prisão decretada


22/10/2021 07:39 - atualizado 22/10/2021 08:44

Allan dos Santos durante depoimento na CPI da Fake News
Allan dos Santos, mais um fanático bolsonarista que vai fica em cana (foto: Roque de Sá/Senado)


Mais um bate-pau bolsonarista irá conhecer a solidão de uma cela e o abandono daqueles que imaginava serem seus parças. Primeiro foi aquela lunática loira, parecida com a noiva do Chucky, o boneco assassino, a tal  Sara Winter  (nome de guerra). Depois o deputado do PSL,  Daniel Silveira , o brutamontes que ameaçou ‘dar na cara’ dos ministros do STF. Pouco tempo atrás, chegou a hora de um velho conhecido das grades,  Roberto Jefferson .

Todos estes idiotas notórios, hoje fazem companhia a outros idiotas, anônimos, igualmente desfrutando uma temporada na prisão, por ameaças de violência física às autoridades e por atos que colocaram a democracia e a paz social sob sérios riscos. Absolutamente todos são fanáticos bolsonaristas, não raro sob ordens diretas do clã das rachadinhas e das mansões, bem como, não raro também, financiados pelos mesmos, direta ou indiretamente.

E AGORA, JOSÉ?

Allan dos Santos encontra-se foragido nos Estados Unidos, país para onde se escafedeu em agosto do ano passado, com o apoio de Dudu Bananinha, também conhecido como Eduardo Bolsonaro, filho de Jair Bolsonaro, o amigão do Queiroz - miliciano que abasteceu a conta da primeira-dama, Michelle Bolsonaro, com 90 mil reais em cheques. Sedizente jornalista, o arruaceiro digital agora é procurado pela Interpol, para ser extraditado para o Brasil.

Aliás, o criminoso é também procurado pela polícia de imigração americana, já que seu visto de turista venceu há quase dez meses. Tão logo seja encontrado, e após cumpridos todos os trâmites burocráticos, o idiota-útil seguirá diretamente para uma cela, onde poderá exercitar seu papel de ‘corno manso’, defendendo os patrões, enquanto é por eles solenemente - que coisa maravilhosa! - abandonado. Ou alguém aí imagina o contrário?

BEM FEITO

Idiotas-úteis, remunerados ou não, ‘têm mais é que se ferrar!’ - me lembrei agora de um outro idiota, um ex-vereador que disse o mesmo sobre empresários, e que jurou me processar, mas até hoje não tomou coragem, né, amigo do Zé Colmeia? - pois permitem-se capachos de um bando de políticos vagabundos que, na maioria absoluta das vezes, nem sequer os conhecem. Daí, quando a porca torce o rabo, é que se dão conta do que são e do que fizeram.

Bolsonaro, seus filhos e asseclas não são diferentes de Lula, o meliante de São Bernardo, e de Zé Dirceu, Gleisi Hoffmann e companhia. Enquanto os otários cometem crimes, se matam e acabam ou apanhando da polícia ou sendo presos, eles, os ídolos e mitos, assistem a tudo, confortavelmente instalados em seus sofás, comendo pipoca e dando gargalhadas. Políticos que seduzem, conquistam, sugam e jogam fora seus eleitores idólatras.

QUE SIRVA DE LIÇÃO

Um dia, esses trouxas que confiam cegamente nos políticos, que os idolatram e se tornam seus ‘soldados’, ofendendo e ameaçando quem ousa criticar seus deuses amados, brigando com amigos e familiares, acabarão em cana e se darão conta do papel vergonhoso, humilhante, rasteiro e imoral que exerceram. E quando esse dia chegar - eu garanto! - não haverá um mísero político destes, que irá mover uma palha em prol dos otários.

Aliás, que mais esse episódio sirva de lição para muitos que me acompanham nas minhas redes sociais, apenas para me ofender e me ameaçar. Ao longo dos últimos anos, muitos já sentiram o coração disparar e o suor escorrer pela testa, diante de um delegado de polícia e de um juiz de direito. E todas as vezes em que isso ocorreu, jamais vi Lula, Bolsonaro ou qualquer outro político por lá, lhes dando uma forcinha, um tapinha nas costas, como a dizer, ‘tamo junto’.

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade