Publicidade

Estado de Minas OPINIÃO SEM MEDO

Até quando? Depois de 'cagar' para Legislativo, Bolsonaro ataca Judiciário

No mais baixo e agressivo de seus ataques à democracia, presidente ultrapassa todos os limites


10/07/2021 07:03 - atualizado 10/07/2021 07:59

''Não se trata mais de %u2018fora, Bolsonaro%u2019, mas, sim, de %u2018pare, Bolsonaro%u2019''(foto: Sérgio Lima/AFP)
''Não se trata mais de %u2018fora, Bolsonaro%u2019, mas, sim, de %u2018pare, Bolsonaro%u2019'' (foto: Sérgio Lima/AFP)
Num dia, ele acorda e ‘caga’ para o Poder Legislativo. Noutro, chama de imbecil e idiota um presidente do Poder Judiciário e diz que ‘não haverá eleições em 2022’. 

Até quando esse proto-ditador de quinta categoria vai continuar fazendo picadinho da democracia brasileira, sem que absolutamente nada lhe aconteça?

Até quando os ‘imbecis, idiotas e cagados’ dos demais Poderes da República se sujeitarão, calados e acovardados, aos rompantes autoritários de um parceiro de milicianos provisoriamente aboletado na chefia do Executivo?

E que raios de Forças Armadas são estas que, quando não estão participando de superfaturamento de picanha, cerveja e até de vacinas, ou de gabinetes paralelos e de distribuição de medicamentos fajutos contra a COVID-19, estão dando apoio a um notório inimigo da Constituição Federal?

Me desculpem a expressão, meus caros, mas, sinceramente, isso aí virou zona de vez! O Brasil chegou ao fundo do poço da desmoralização. Já não bastam 530 mil mortos como símbolo das ‘cagadas’ deste governo e deste psicopata homicida?

Será necessária, também, uma insurreição de meia dúzia de aloprados da terceira idade, armados, o que é pior!, contra a ordem constitucional e democrática, numa espécie de ‘invasão do Capitólio’ tupiniquim, liderada por um ignorante incapaz de iniciar e terminar uma frase em português?

Não se trata mais de ‘fora, Bolsonaro’, mas, sim, de ‘pare, Bolsonaro’. Enquanto é tempo! Impeachment, agora, é pouco. Este sujeito precisa ser processado e preso por seus inúmeros crimes contra a vida dos brasileiros e à democracia.
 
 

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade