Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas OPINIÃO SEM MEDO

Com Bolsonaro, a COVID-19 não será vencida

O impeachment é a nossa melhor vacina contra o coronavírus


29/12/2020 07:02

(foto: Isac Nóbrega/PR)
(foto: Isac Nóbrega/PR)
Definitivamente não teremos vacinas contra a COVID-19, em quantidade e prazo necessários. A parte do mundo que pensa e age, já cuidou de se cuidar. Ficamos para trás outra vez.

Contudo, com a permanência de Jair Bolsonaro na presidência da República, corremos o sério risco de nem sequer termos vacinas o suficiente, seja qual for o prazo de entrega.

Depois de desdenhar, atacar, maldizer, mentir, boicotar e fazer campanha contra a vacinação, o negacionista psicopata agora diz que são os laboratórios que devem 'correr atrás' do Brasil.

Para o genocida, não bastam 8 milhões de contaminados e 200 mil mortos. Não basta a crise econômica monumental que aí está. Nada fará com que o País 'corra atrás' das vacinas.

Resta mais que evidente o desejo pelo horror. A pulsão de morte rege o cérebro e as ações do presidente, e incompetência e servilismo são abundantes no atual (des)governo.

Os demais Poderes e a sociedade civil organizada, da imprensa ao grande empresariado, devem unir-se em torno do impeachment desse lunático aboletado no Palácio do Planalto.

Do contrário, nem o céu será o limite para a doença e a morte; para o desemprego e a miséria; para o caos e a convulsão social. Para o isolamento que o mundo irá nos impor.

Bolsonaro precisa - e deve! - cair imediatamente. Sua queda não trará de volta o lulopetismo, e será sinal que o Brasil, mesmo em profunda agonia, respira. Ainda que por aparelhos.

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade