Publicidade

Estado de Minas COLUNA DO JAECI

Advogado do Grêmio inocenta Cuca por estupro

Carlos Martins, o Cacalo, diz que "o Cuca não cometeu o crime. A postura dele foi absolutamente correta"


04/03/2021 11:46 - atualizado 04/03/2021 12:39

(foto: Ivan Storti/Santos Futebol Clube)
(foto: Ivan Storti/Santos Futebol Clube)


O advogado do Grêmio em 1987, e ex-presidente do clube, Luiz Carlos Martins, o Cacalo, em entrevista a um site, inocenta Cuca na questão da denúncia da menor, Sandra Pfaffli, na Suíça, em 1987, que acusou alguns jogadores do time gaúcho de tê-la estuprado.

Cacalo diz que “especialmente o Cuca não cometeu o crime. A postura dele foi absolutamente correta. Somente um jogador teve relações sexuais com a menina, mesmo assim, com o consentimento dela, e esse jogador não foi o Cuca. Não vou revelar o nome de quem foi”.

Cacalo diz, também, “que o código suíço condena qualquer pessoa que se envolva em um ato sexual com uma menor de 16 anos. Cuca foi punido porque estava no quarto com os companheiros, mas não teve absolutamente nenhum contato sexual com a menina”. 

Ainda estou de folga, mas não me contive e preciso me posicionar sobre a volta de Cuca ao Atlético, que antecipei há um mês, como preferido do presidente Sérgio Coelho.

Acho Cuca um baita treinador, capaz de solucionar o problema deixado por Sampaoli, que são os jogadores medianos, contratados por R$ 200 milhões, alguns com salários absurdos e contratos de dois anos, caso de Eduardo Vargas, que pegou R$ 5 milhões em luvas e ganha R$ 1 milhão mensais. Uma irresponsabilidade com os cofres do Atlético. Cuca vai valorizar os jovens da base e dar a eles estrutura e confiança. Além disso, deverá montar um time base, onde os melhores jogarão. Com Nacho Fernandez e Hulk, o Galo ganha em experiência e talento. Com a chegada de um zagueiro e um volante, o time ficará bem mais forte, em condições de brigar com seus pares, por taças.

Mãe de Cuca está internada com COVID-19(foto: Arquivo pessoal)
Mãe de Cuca está internada com COVID-19 (foto: Arquivo pessoal)
Tenho conversado com Cuca, diariamente. Ele está arrasado com tudo isso, e procura uma explicação para essa perseguição: “Sou um cara família, religioso, você conhece minha família, Jaeci. Eu nunca me envolvi com nada que seja irregular ou criminoso. Estou passando por um drama: minha mãe está internada com Covid-19, e estou orando e pedindo para que ela se recupere. Não sei o motivo dessa perseguição, agora. Não fiz nada. Nunca toquei na moça ou em quem quer que seja. O que estão fazendo comigo é uma covardia. Porém, Deus está sempre comigo, e tenho a certeza de que isso vai passar”.

A única coisa que Cuca quer é fazer seu trabalho com dignidade, buscar títulos e taças, e está muito animado com o projeto que o Galo lhe oferece. Eu, particularmente, acredito que tudo se resolverá da melhor maneira.

Conversei com o presidente, Sérgio Coelho, hoje cedo. Ele me disse que espera assinar o contrato com Cuca ainda hoje e que acredita na inocência do treinador, que é esperado na Cidade do Galo tão logo resolva o problema da doença que acomete sua mãe. “O Cuca é um grande treinador. Só falta a assinatura do contrato para que possamos anunciá-lo. Ele fará um grande trabalho no clube, como sempre fez por onde passou. E é nosso grande campeão da Libertadores. Chegará para buscar as taças, tenho certeza.

Leia também: Agente diz que caso de violência sexual não é impeditivo para volta de Cuca ao Atlético

O grande problema dos dias atuais são as redes sociais, odiosas e irresponsáveis. Pessoas são “julgadas e condenadas por um tribunal” do ódio, da intriga e da mentira. Até mesmo quem deveria ter o cuidado de divulgar a notícia, após apuração rigorosa dos fatos, não o faz. Cuca está sofrendo aquilo que muitos brasileiros já sofreram. Eu venho dizendo que é preciso bater na tecla de que quem tem rede social precisa ter identidade e CPF, ser responsável, por tudo o que escreve e fala. Hoje, qualquer um é blogueiro, colunista, sem sequer ter feito a faculdade de jornalismo, sem ter feito o juramento.

Conheço Cuca há alguns anos. Já estive com ele, sua mulher e filhas. São pessoas altamente religiosas, de caráter. O cara é muito família, e está sofrendo com os ataques inverídicos. Se o próprio advogado do Grêmio, na época, admite, publicamente, que Cuca não teve nenhuma participação no caso, como há pessoas que o acusam, sem provas? Não se deve brincar com a vida das pessoas. Felizmente, Cuca é bem estruturado, familiarmente. Não fosse isso, poderia cair numa depressão sem fim.

Meu caro Cuca, assine contrato logo com o Atlético, vá ser feliz e ganhar taças. Você é um dos melhores técnicos em atividade no país e o futebol precisa de você. Vá em frente, pois sua consciência está tranquila. É sempre Deus no comando.

 

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade