Publicidade

Estado de Minas TURISMO

Destinos queridinhos no inverno

Destinos de inverno já consolidados em Minas Gerais garantem a diversão antes mesmo da estação chegar oficialmente


24/05/2022 06:00

Catas Altas/MG
Catas Altas já se consolidou como destino de inverno e do vinho de jabuticaba (foto: Isabella Ricci/Divulgação )

Para as bandas do sul e sudeste o frio chegou com força este ano. Faltando ainda um mês para o início oficial do inverno no Brasil, as temperaturas baixas já fizeram todo mundo resgatar os casacos no armário e lotar as lojas atrás de roupas e acessórios de frio. Já os destinos de inverno, ainda que sem a programação da estação iniciada, conseguem garantir o charme da estação, e modéstia a parte, já sabem direitinho o que fazer para garantir finais de semana românticos para os casais apaixonados ou bem aconchegantes para os grupos de amigos mais animados. Por isso, hoje eu trouxe alguns dos destinos queridinhos de inverno em Minas Gerais. Pequeninhos, normalmente são distritos de algum município, com no mínimo pousadas cheias de identidade e bares e restaurantes com cardápios deliciosos super bem ambientados.


O mais famoso destino de inverno em Minas Gerais é, sem dúvidas, Monte Verde. Localizado no sul de Minas, próximo à São Paulo, o local é distrito do município de Camanducaia. Monte Verde já registrou temperaturas negativas este ano e teve inclusive geada nos últimos dias. Locais incríveis para fotos, como o aeroporto de Monte Verdes e áreas de camping com estrutura para os mais aventureiros. As pousadas são atrações próprias, com arquitetura charmosa, vistas de tirar o fôlego e aquele ar de aconchego. E se por acaso o destino não estiver congelante quando você chegar por lá, o Icebar Monte Verde garante a experiência mais congelante da sua vida. 

Lavras Novas, também é outro local muito procurado em Minas Gerais. Distrito da histórica Ouro Preto, o lugarejo fica a 110 quilômetros de Belo Horizonte. Com ar bucólico, Lavras Novas possui diversas pousadas, é cheia de casinhas coloridas e termina na tradicional igrejinha ao final da rua. Caminhar pelas ruas de pedra, dar uma volta de quadriciclo (bem agasalhado!) e comer aquela comida mineira no fogão à lenha, certamente irá aquecer seus dias por lá. 

Ainda próximo a Belo Horizonte, é possível conhecer uma cidadezinha à beira da Serra do Caraça. Catas Altas já se consolidou como destino de inverno e do vinho de jabuticaba. Mas também da cerveja artesanal. Por lá você vai encontrar um inusitado bar para o tamanho da cidade. É o La Violla Cervejaria, que oferece muitos rótulos artesanais e está localizado bem na praça principal de Catas Altas. Além das cervejas, o espaço é muito agradável e todo conceitual, com cardápio mineiro de dar água na boca. Bem pertinho de lá, é possível passar também pelo distrito de Barão de Cocais, chamado Cocais. Em Cocais, a gente encontra também a famosa igreja na praça, algumas das quitandas mais deliciosas do estado, sendo a goiabada cascão um bem imaterial da cidade. E pasme, o distrito possui um sítio arqueológico. É o Sítio Arqueológico da Pedra Pintada, com pinturas rupestres que datam de 6 a 10 mil anos!

Por fim (por hoje, pois afinal Minas Gerais tem muito mais), temos a já consagrada pelos mineiros, Casabranca. Distrito de Brumadinho, o lugarejo possui diversas pousadas e é encostado em outros locais fantásticos, como Serra da Moeda, Piedade do Paraopeba e Macacos. Por lá e nas redondezas, é possível praticar esportes de aventura, caminhadas ecológicas, passeios de bicicleta, visita aos mirantes e muito mais. Mas se a ideia é curtir o friozinho mais quietinho, a melhor opção é se hospedar em uma pousada e visitar os restaurantes da região. As pousadas mais incríveis, você pode encontrar no Circuito Veredas, que concentra diversas experiências bem próximas a Belo Horizonte. 

Quer saber mais sobre turismo, além de apenas dicas de viagem? Me siga no Instagram @blogdaisabellaricci ou acesse blogdaisabellaricci.com.br

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade