Publicidade

Estado de Minas INOVAÇÃO

Viagem espacial: o futuro do turismo chegou

Numa batalha de gigantes bilionários, o turismo espacial já é uma realidade no mercado


13/07/2021 06:00 - atualizado 13/07/2021 07:05

(foto: VSS Unity. Divulgação/Virgin Galactic)
(foto: VSS Unity. Divulgação/Virgin Galactic)

Quando Neil Armstrong pisou na lua em 1969, provavelmente pareceria impossível imaginar que 52 anos depois, a órbita da terra seria "navegada" pelos novos desbravadores do mundo contemporâneo, na nova corrida espacial. No último domingo, o bilionário Richard Branson deu início a este novo mercado, com a primeira viagem espacial, garantindo que o futuro do turismo já chegou. 

Fundador do grupo multimilionário Virgin, ele criou a empresa de astro-turismo Virgin Galactic, que estreou um passeio de pouco menos de 20 minutos pela órbita do planeta Terra. Na viagem, ele embarcou com mais cinco passageiros. O foguete VSS Unity foi lançado a 89 quilômetros do nível do mar, por um porta aviões, rumo ao extremo da atmosfera. 

Já em órbita, os passageiros puderam experimentar por alguns minutos a gravidade zero, flutuando pela aeronave e assistindo da janela o planeta Terra. Branson, que está com 70 anos de idade, narrou a experiência dizendo que "quando era criança tinha um sonho, olhando para as estrelas no céu, e agora é um adulto no espaço com vários outros adultos maravilhosos, olhando para a nossa bela, bela Terra lá embaixo. E para a próxima geração de sonhadores, se nós podemos fazer isso, apenas imagine o que vocês podem fazer!"

Jeff Bezos, outro magnata, fundador da Amazon, recentemente deixou a presidência da empresa para acalmar os acionistas, ao anunciar que seria tripulante do voo inaugural da Blue Origin, que planeja para o próximo dia 20 de julho o primeiro voo suborbital de sua empresa de turismo espacial. 

Além do também bilionário Elon Musk, que comanda a Tesla e a SpaceX, que pretende levar turistas para orbitar a lua a partir de 2023. Sim, já temos concorrência até no turismo que rompe as barreiras da atmosfera! Na realidade, já existiram os primeiros turistas espaciais, que conseguiram seu "voucher" para embarcar na nave russa Soyuz, com destino à Estação Espacial Internacional (ISS). O primeiro foi o americano Dennis Tito, que desembolsou 25 milhões de dólares pelo passeio.

Mas agora estamos falando de investimento privado e abertura de vendas, para quem quiser e conseguir bancar o passeio. As viagens comerciais para turistas serão iniciadas em 2022, pela Virgin Galactic. Até agora cerca de 600 pessoas já compraram passagens com preços que variam de 200 mil dólares a 250 mil dólares. Apesar da excentricidade dos novos empresários bilionários do turismo, e da riqueza dos primeiros clientes, é fato que o deslocamento e a descoberta de novos destinos e experiências motivam o ser humano, em todas as classes sociais. O desconhecido, ao mesmo tempo que assusta, instiga. É disso que o turismo vive. 

Claro que existem pessoas mais ousadas e aventureiras, e outras mais conservadoras. Mas sair da rotina faz bem a quase qualquer pessoa. E para quem ainda não tem disponível milhares (ou milhões) de dólares para investir num negócio ou passeio desse porte, seja como empresário ou como turista, vale o aprendizado de entender como a percepção das necessidades de deslocamento do ser humano deve servir para a criação de experiências fantásticas, mesmo que seja na cidade aqui do lado.

E baseados nessa avidez do ser humano pelo novo e pela experiência, empreendedores do turismo se destacam quando conseguem de alguma maneira inovar. Seja no espaço, seja aqui no planeta Terra mesmo. Afinal, na estratosfera é possível apenas observar (por enquanto), já por aqui podemos experimentar mais. 

Quer saber mais sobre turismo, além de apenas dicas de viagem? Me siga no Instagram @blogdaisabellaricci ou acesse blogdaisabellaricci.com.br

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade