Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas

Aquecer o azeite é prejudicial à saúde?

Confira essa resposta e outros exemplos de mitos comuns na cozinha, alguns passados de geração em geração


16/04/2021 04:00

Aquecer o azeite não é prejudicial à saúde, como muitas pessoas acreditam. Mas alta temperatura pode alterar o seu sabor(foto: Steve Buissinne/Pixabay)
Aquecer o azeite não é prejudicial à saúde, como muitas pessoas acreditam. Mas alta temperatura pode alterar o seu sabor (foto: Steve Buissinne/Pixabay)

Pandemia só livrou algumas donas de casa que têm medo até da sombra das ocupações domésticas. Tive uma auxiliar fantástica, cuja morte relembro e sinto falta até hoje, que conseguia fazer as compras mensais em meu lugar. Tinha um único defeito: adorava novidades, comprava tudo que via anunciado na TV. Coisas raramente úteis, que não faziam parte da rotina doméstica. Ela se foi e assumi seu papel, que cumpro até hoje.

Aprendi que a mão do dono é a que tem o poder de facilitar entre os aumentos e outros problemas diários. Moro mais ou menos perto do Epa, supermercado que frequento por causa das facilidades de estacionar e por não ser imenso e ainda manter certos serviços, como vender frios cortados na hora, meu sorvete de pote grande favorito (Premiatto da Gellak) e ainda ter uma garagem no subsolo, o que facilita a transferência das compras entre o carrinho e o carro.

Fui lá na última terça-feira: a garagem está sem elevador, não deu para fazer as compras. O funcionário me explicou que está com defeito e as peças para o conserto estão em falta. Então, fui experimentar o Super Nosso, que é mais perto ainda da minha casa: está imenso, substituiu o Carrrefour com número imenso de produtos. Primeira perda: aquela embalagem de quase dois quilos de sorvete acima, que parece ser feito em BH, foi suprimida da oferta por ser o mais barato.

Supermercado chique tem que ter o La Basque, que custa os olhos da cara e foi criado para atender ao paladar do banqueiro Aluizio de Faria e não dá para mantê-lo constantemente no freezer doméstico. Em compensação, a oferta de bebidas está imensa, deve ser a maior da região. Como prefiro sorvete a álcool...

Para aproveitar a deixa doméstica, trouxe para os leitores algumas informações do chef Elzio Callefi, da Tramontina, sobre alguns ditos populares, usados na cozinha. Confira a seguir exemplos de mitos comuns na cozinha, alguns passados de geração em geração:

1. Açúcar no molho de tomate tira a acidez do molho
Não tira a acidez. Açúcar no molho de tomate só o torna mais doce, gerando uma percepção de que o molho não está ácido, ou seja, o açúcar mascara a acidez. Os tomates no Brasil costumam ser mais ácidos que os tomates italianos, essa variação pode ocorrer pelo tipo de solo e clima.

2. Lavar a faca em água quente estraga o corte
Mito! O que estraga a faca é utilizá-la para cortes em superfícies muito duras, como tábuas de vidro e pias. O ideal é sempre utilizar tábuas plásticas ou de madeira.

3. Colocar óleo na água do macarrão faz com que ele não grude
Isso só faz com que a massa fique mais gordurosa e, por vezes, até dificulta que o molho se fixe melhor. Para cozinhar o macarrão, basta água salgada.

4. Aquecer o azeite faz mal para saúde
Não é prejudicial à saúde. A questão é que, como qualquer outra gordura, o azeite não pode ser saturado, ou seja, exposto a altas temperaturas, pois isso altera seu sabor.

5. Revestimento antiaderente faz mal à saúde
Não. O antiaderente só pode liberar alguns gases tóxicos se exposto a temperaturas acima de 380ºC, o que não é possível em uma cozinha doméstica.

6. Forno a gás é melhor que elétrico
Pelo contrário, o forno elétrico é melhor e mais seguro que o a gás. Além de ser mais rápido e econômico, garante um cozimento uniforme.

7. Panela de inox gruda e queima a comida
A panela inox não gruda, nem queima a comida. O que normalmente acontece é que as pessoas têm a mania de cozinhar em fogo alto, e o fogo alto faz com que você estrague muitas preparações. O ideal para se trabalhar na panela de aço inox é fogo médio ou baixo.

8. Cozinhar arroz com a panela semiaberta ajuda a deixar o arroz soltinho
Não existe essa relação direta. O que define se o arroz vai ficar soltinho ou empapado é a quantidade de água. O ideal é duas xícaras de água para cada de arroz.

9. Cooktop por indução gasta mais energia que os demais
Muito pelo contrário. A tecnologia por indução prova ser mais eficiente e segura. São necessários apenas 7 minutos para ferver 2 litros de água na tecnologia por indução, enquanto que em outras fontes de calor pode chegar a até 14 minutos. 

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade