Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas MERCADO S/A

No metaverso, preço de terrenos dispara 2.000% em poucos meses

Apesar da disparada, muitos analistas acham que há espaço para mais valorização e grandes empresas desembolsam fortunas para fincar suas marcas no metaverso


17/01/2022 04:00 - atualizado 16/01/2022 17:54

Moça com óculos tridimensionais olha em direção a um feixe de luz
Foto conceitual de metaverso, universo digital que combina elementos da tecnologia como realidade virtual, realidade aumentada e vídeo (foto: Pixabay/Reprodução)
Se o mercado imobiliário "real" projeta um 2022 repleto de desafios, as vendas de imóveis no metaverso – o universo digital que combina elementos da tecnologia como realidade virtual, realidade aumentada e vídeo - não param de surpreender. Nos últimos meses, os preços de terrenos na tal realidade paralela aumentaram 2.000%.

Apesar da disparada, muitos analistas acham que há espaço para mais valorização. "O que se vê no metaverso é mais ou menos o que ocorreu com a própria internet", diz Eduardo Tancinsky, consultor especializado em tecnologia.

"Os que chegaram primeiro fizeram fortunas rapidamente." Um dos mundos conhecidos do metaverso, o Sandbox já vendeu o equivalente a US$ 300 milhões em terrenos em menos de um ano. Empresas como a consultoria PWC, as fabricantes de materiais esportivos Nike e Adidas e a gigante de entretenimento Disney desembolsaram fortunas para fincar suas marcas no metaverso.


Cada vez mais patrocinadores vestem a camisa do futebol brasileiro


O futebol brasileiro tem atraído cada vez mais patrocinadores. Essa é a principal constatação de estudo feito pelo Ibope Repucom, que analisou a exposição das marcas nos uniformes de todos os clubes que disputaram a primeira divisão do Campeonato Brasileiro em 2021, além de Botafogo, Cruzeiro (foto) e Vasco. Segundo o estudo, 172 empresas estamparam suas marcas nos trajes esportivos - aumento de 19% em relação a 2020. O segmento imobiliário foi o mais exposto, com 30 marcas patrocinadoras.

Guia traz oportunidades de negócios no Brasil

A Câmara Brasil-Israel de Comércio e Indústria lançou um guia para ajudar investidores estrangeiros a encontrar oportunidades de negócios no Brasil. Realizado em parceria com a consultoria KPMG, o trabalho mapeia diversos segmentos da economia, como indústria automotiva e varejo. No ramo de carros, o guia destaca o programa Rota 2030, que garante benefícios fiscais a montadoras e fornecedores de peças. No varejo, o avanço dos meios de pagamento é apontado como forte gerador de receitas.

Com Uber Shuttle, empresa mostra que não desistiu do Brasil

A Uber desistiu do Brasil? Não é bem assim. Poucos dias depois de anunciar o inesperado encerramento da operação do Uber Eats no país, a empresa lançou o Uber Shuttle, serviço de fretamento de ônibus e vans exclusivo para empresas. A ideia do projeto é que os veículos sejam usados para o deslocamento de funcionários na ida e volta ao trabalho. O Uber Shuttle já nasceu com clientes de peso: a montadora japonesa Toyota foi a primeira companhia a contratar a iniciativa.


Rapidinhas

Um levantamento feito pela Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural de Minas Gerais descobriu que 127 mil produtores rurais do estado sofreram algum tipo de dano provocado pelas chuvas das últimas semanas. Segundo o estudo, ao menos 426 municípios mineiros (48,7% do total) tiveram a produção agrícola impactada.


A Natura doou R$ 225 mil para 450 consultoras de beleza afetadas pelas chuvas em Minas Gerais e na Bahia. Integrante do grupo Natura&Co, a marca Avon também tem oferecido suporte às suas representantes. A iniciativa é coordenada pela Central Social Natura, criada no ano passado para apoiar consultoras e consultores em situação de vulnerabilidade.


Apesar do avanço da variante Ômicron, o Google está confiante na retomada dos funcionários ao trabalho presencial. A empresa decidiu gastar US$ 1 bilhão para comprar seu prédio de escritórios em Londres. Com isso, a gigante do Vale do Silício terá capacidade para abrigar 10.000 trabalhadores no Reino Unido.


A Abras, associação dos supermercados, estima que as vendas do setor deverão crescer 2,8% em 2022. Se confirmado, o desempenho ficará abaixo até do difícil ano de 2021, que teve alta estimada em 3,5% (os números oficiais ainda não foram fechados). A baixa geração de empregos explica o resultado modesto.

"Diante de tudo o que está acontecendo, a bola de cristal da minha bruxa está embaçada. Mas intuo uma redução ainda maior do crescimento em 2022 e uma grande confusão em 2023"

Antônio Delfim Netto, economista e ex-ministro da Fazenda




30%
dos brasileiros querem continuar trabalhando integralmente no modelo home office, segundo pesquisa da consultoria Bain & Company. Outros 33% gostariam de dividir a jornada entre a casa e o escritório

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade