Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas Mercado S/A

Madero está em busca de um sócio para tocar a empresa com dívida alta

Atualmente, o grupo conta com cerca de sete mil colaboradores e 250 restaurantes espalhados pelo país sob as marcas Madero, Jeronimo, Durski e Ecoparada Madero


28/10/2021 04:00 - atualizado 28/10/2021 07:37

 Rede de restaurantes Madero
Rede de restaurantes teve impacto do fechamento das lojas no auge da pandemia de coronavírus no Brasil (foto: Simão Leal/Divulgação - 9/2/17)
Depois de desistir de abrir o capital de sua rede de hambúrgueres Madero – na verdade, o plano ficou mesmo para o ano que vem –, o empresário Junior Durski está agora em busca de um sócio. Durski concluiu que será difícil, para não dizer impossível, tocar a empresa sem ajuda externa.

O motivo: dívidas que chegam a R$ 2,4 bilhões. O fechamento de restaurantes durante a pandemia do coronavírus é o principal motivo para a crise, mas o radicalismo de Durski também não ajudou em nada a imagem da empresa. Tempos atrás, ele atacou o Supremo Tribunal Federal e o Congresso, o que provocou reação imediata contra o Madero nas redes sociais.

Apesar das dificuldades, a rede negou recentemente que esteja avaliando o pedido de recuperação judicial. Atualmente, o grupo conta com cerca de sete mil colaboradores e 250 restaurantes espalhados pelo país sob as marcas Madero, Jeronimo, Durski e Ecoparada Madero.

Porto de Santos quebra recordes em 2021

O Porto de Santos, o maior da América Latina, bateu recorde de movimentação de contêineres no acumulado dos nove primeiros meses de 2021, com 3,6 milhões de TEUs (unidade equivalente a um contêiner de 20 pés). Segundo a Santos Port Authority (SPA), que administra o local, o volume representa um salto de 19,6% em relação ao mesmo período do ano passado. O desempenho surpreende pelo fato de ter sido obtido em meio a grave crise logística – faltam contêineres no mercado.


''Estamos muito pessimistas com o cenário global e no Brasil em 2022. A inflação vai vir e os juros vão aumentar''

Marcos Molina, fundador e presidente do Conselho de Administração da Marfrig


Shopee alcança a marca de 1 milhão de vendedores

A empresa de comércio eletrônico de Cingapura Shopee chegou à marca de 1 milhão de vendedores brasileiros cadastrados em sua plataforma. Eles negociam de tudo – roupas, acessórios automotivos, produtos eletrônicos, entre muitos outros itens. A Shopee, que estreou no Brasil em 2019, se tornou rapidamente um fenômeno. Segundo a companhia, o número de vendedores – a maioria são pequenas e médias empresas – que faturam mais de R$ 100 mil mensais cresceu 400% entre janeiro e agosto.

Segundo a Receita, 617 mil brasileiros investem em moedas virtuais

As moedas virtuais caíram no gosto dos brasileiros. De acordo com dados levantados pela Receita Federal, em 2021, 617 mil pessoas físicas declararam investir em criptoativos. Em 2019, foram 94 mil. O montante informado no Imposto de Renda totalizou R$ 127 bilhões – um recorde. Com o mau desempenho das ações negociadas na Bolsa de Valores de São Paulo, muitos investidores resolveram buscar novas oportunidades, o que ajuda a explicar o crescente interesse por bitcoins e afins.

3,7%

Foi quanto caíram as vendas do e-commerce brasileiro em setembro, em relação a agosto, segundo relatório da agência Conversion. A queda é resultado da reabertura de lojas físicas
 

Rapidinhas 

  • A companhia aérea Emirates voltará a voar para o Brasil com a maior aeronave do mundo. Segundo o presidente mundial da empresa, Ahmed Bin Saeed Al Maktoum, o Airbus A380 retornará em breve aos céus brasileiros – a data exata não foi informada. Com capacidade para transportar até 550 passageiros, o A380 suspendeu a rota brasileira em março de 2020.

  • A Lorenzetti vai investir R$ 200 milhões para duplicar a sua fábrica de louças sanitárias em Poços de Caldas (MG). A empresa vive bom momento. Segundo o presidente Eduardo Coli, a expectativa é encerrar 2021 com faturamento de R$ 2,2 bilhões, ou 24% acima do resultado obtido no ano passado.

  • Empresas da área de tecnologia são as que mais cresceram em valor de mercado no mundo entre 2015 e 2020, período marcado por grandes avanços no setor digital. Essa é a principal conclusão de estudo produzido pela consultoria americana Bain & Company. Segundo o levantamento, Apple, Microsoft e Alphabet foram as que mais se valorizaram.

  • A Latam ampliou, em setembro, a liderança do mercado doméstico brasileiro, conforme dados divulgados pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). No mês, a empresa deteve 37,5% de participação no segmento nacional, seguida por Azul (33,3%) e Gol (28,7%). Em agosto, a Latam tinha 35,3%, e a Azul, 34,5%.



*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade