Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas MERCADO S/A

Por que é difícil acreditar na privatização da Petrobras

O enrosco da privatização dos Correios é uma prova da dificuldade - ou do desinteresse - do governo neste campo


26/10/2021 04:00 - atualizado 26/10/2021 07:30

Sede da Petrobras no Rio de Janeiro (RJ)
Sede da Petrobras no Rio de Janeiro (RJ) (foto: Fábio Motta/Estadão Conteúdo - 11/4/14)

No mesmo dia em que a Petrobras anunciou um novo aumento de preços da gasolina e do diesel, o presidente Jair Bolsonaro voltou a falar na possibilidade de privatizar a empresa.

A ideia seria encaminhar ao Congresso Nacional um projeto de lei que, na prática, permitiria a venda de ações da petrolífera sem que o governo perca o controle da empresa.

É difícil acreditar na possibilidade, considerando a pouca disposição que Bolsonaro demonstrou até agora para vender estatais. O enrosco da privatização dos Correios é uma prova da dificuldade – ou do desinteresse – do governo neste campo. A declaração do mandatário parece ser mais uma cortina de fumaça e um aceno ao mercado.

Ontem, as ações da Petrobras subiram 7,1% após a CNN Brasil informar que já existe um rascunho para o projeto de privatização. A operação é de alta complexidade e, lembre-se, o governo está prestes a entrar no último ano do mandato.

Número de recalls de carros dispara em 2021


O dado é espantoso: 14 montadoras fizeram campanhas de recall de veículos no terceiro trimestre de 2021. No total, 124 modelos tiveram de retornar às fábricas para reparar problemas de produção, número 106% superior na comparação com igual período do ano passado. As campeãs de recalls foram a Porsche, com quatro campanhas período, Volkswagen, com três, e Audi e Land Rover, com duas campanhas cada.  Os dados foram levantados pelo aplicativo Papa Recall, especializado no tema.

Tempo para abrir empresa no país cai para 47 horas


Uma boa notícia em meio ao nó burocrático brasileiro: segundo dados da plataforma Governo Digital, ligada ao Ministério da Economia, o tempo médio para a abertura de uma empresa no país é três vezes menor do que no início de 2019. Atualmente, o prazo está em 47 horas. Antes, eram necessários cinco dias e nove horas. Segundo especialistas, a redução é resultado de medidas de simplificação e da integração digital das 27 juntas comerciais do país. A meta agora é reduzir o período para 24 horas.

Entrada de park da Disney em Orlando, na Flórida (EUA)
Entrada de park da Disney em Orlando, na Flórida (EUA) (foto: Greg Newton/AFP %u2013 11/7/20)


Brasileiros vão invadir a Disney


Com a trégua da pandemia, os brasileiros vão desbravar o mundo nas próximas férias. Segundo informações da agência de viagens Decolar, a procura por pacotes para os parques da Disney World no site e no aplicativo da empresa subiu 47% nos últimos quatro meses. Nem mesmo o dólar cotado acima de R$ 5,50 parece assustar os turistas. As companhias aéreas também observaram nas últimas semanas a alta expressiva da procura por destinos como Nova York, Londres e Paris.

Rapidinhas


As empresas que abriram o capital em 2021 não têm proporcionado bons resultados aos investidores. De acordo com levantamento realizado pela casa de análises Nord Research, até o dia 14 de outubro apenas 34% das novatas da bolsa geraram lucros aos acionistas, enquanto as demais 66% apresentaram rentabilidade negativa.

A Evino, maior e-commerce de vinhos da América Latina, comprou 100% da importadora e distribuidora de bebidas premium Grand Cru. Com o negócio, as empresas formam o maior grupo varejista de vinhos importados do país. A Grand Cru possui 110 lojas (entre próprias e franquias) no Brasil e planeja abrir outras 17 até o fim do ano.

A busca por crédito cresceu 3% em setembro em relação a agosto, segundo o Índice Neurotech de Demanda por Crédito (INDC), que mede mensalmente o número de solicitações no varejo, bancos e serviços. Foi o quinto mês consecutivo de avanço do indicador, mas a demanda desacelerou. Em agosto, o índice havia subido 11%.

Poucos mercados são tão promissores quanto a de games. Segundo estudo feito pela consultoria Accenture, até o final de 2023 o número de jogadores no mundo deverá alcançar a impressionante marca de três bilhões. Há uma década, o número de gamers não chegava a 1,5 bilhão.

O ministro da Economia, Paulo Guedes
O ministro da Economia, Paulo Guedes (foto: Evaristo Sá/AFP %u2013 3/4/19)

''Estamos no caminho da prosperidade''

Paulo Guedes, ministro da Economia e eterno otimista, ignorando os graves problemas que o país enfrenta


R$ 58 bilhões

foi o faturamento do turismo nacional no primeiro semestre, queda de 3,1% em relação ao mesmo período do ano passado. O dado é do Conselho de Turismo da Fecomercio-SP

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade