Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas Mercado S/A

Conheça a nova safra de IPOS que chega à bolsa brasileira

''Entre as 395 empresas listadas na bolsa brasileira, nove realizaram suas ofertas iniciais neste ano''


31/08/2020 04:00 - atualizado 30/08/2020 19:03

(foto: CARL DE SOUZA/AFP %u2013 3/12/19)
(foto: CARL DE SOUZA/AFP %u2013 3/12/19)
A euforia com o mercado de capitais brasileiro tem atraído empresas de diversos setores. A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) contabiliza 44 pedidos de ofertas iniciais de ações (IPOs), e a lista não para de crescer. Estão na fila companhias do ramo imobiliário (HBR Realty), farmacêuticas (Drogaria Nissei), firmas de logística (Navios South American), varejistas (Havan), além de muitas outras. Até empresas relativamente jovens, como a Wine, uma das campeãs de vendas de tintos e brancos pela internet, prepara a abertura de capital, em um processo que poderá movimentar R$ 1 bilhão.

Atualmente, a companhia fundada em 2008 conta com 1 milhão de clientes cadastrados no site. A Wine aproveitou a onda digital. No final do primeiro semestre, as vendas on-line responderam por 15% do mercado brasileiro de vinhos, um recorde no país. A nova safra de IPOS começou em 2020. Entre as 395 empresas listadas na bolsa brasileira, nove realizaram suas ofertas iniciais neste ano. 
 

O executivo que bancou o filme Pantera Negra

(foto: NICHOLAS KAMM/AFP %u2013 25/9/19)
(foto: NICHOLAS KAMM/AFP %u2013 25/9/19)
O filme Pantera Negra, agora lembrado com tristeza por fãs do ator Chadwick Boseman, que morreu em 28 de agosto, só foi possível graças à impetuosidade de Robert Iger (foto), presidente da Disney. Foi dele a ideia de levar às telas um super-herói negro. Para a Disney, que fez fama com príncipes e princesas loiros e de olhos azuis, a iniciativa foi uma mudança histórica de paradigma – e ela funcionou. Pantera Negra é o quarto filme de super-herói com a maior bilheteria de todos os tempos. 

"Uma empresa com 13 funcionários na era industrial era um negócio pequeno. Na era digital, uma companhia com 13 colaboradores pode ser realmente grande"

Jack Ma, fundador do Alibaba

 

O novo drive-thru

As grandes redes de fast-food apostam na reformulação do drive-thru para recuperar clientes. Como muitas pessoas evitam entrar nos restaurantes por receio da COVID-19, o serviço poderá aliviar perdas. O Burger King fez uma parceria com o Mercado Pago para que o consumidor pague o pedido feito no drive-thru por meio do sistema QR Code. Nos Estados Unidos, a rede Taco Bell investiu em um sistema de inteligência artificial para evitar o contrato entre motoristas e atendentes. 
 

Mais passageiros no Aeroporto de Guarulhos

O Aeroporto de Guarulhos, o mais movimentado do país, é o retrato da recuperação econômica. Em junho, no auge da crise do coronavírus, 15 mil passageiros embarcaram e desembarcaram por dia em seus terminais. Em julho, foram 25 mil. Na primeira quinzena de agosto, a movimentação diária de viajantes saltou para 35 mil. Trata-se, sem dúvida, de um avanço, mas ainda muito distante dos números registrados em 2019, quando 120 mil pessoas passaram por ali todos os dias.  
 

64% das empresas brasileiras não estão em conformidade com a nova Lei Geral de Proteção de Dados

Pesquisa feita pela Akamai Technologies, companhia especializada em negócios digitais



Rapidinhas

A Casa dos Ventos, maior empresa de energia eólica do Brasil (foto), irá manter seu programa de investimentos para o ciclo 2019-2023, mesmo com a crise desencadeada pelo coronavírus. A estimativa da companhia é desembolsar R$ 6,5 bilhões no período. Uma de suas prioridades é explorar os mercados no interior de Minas Gerais e São Paulo. 
(foto: aCasa dos Ventos/Divulgação)
(foto: aCasa dos Ventos/Divulgação)


A pandemia transformou o comércio eletrônico de alimentos. Se antes os negócios desse tipo estavam restritos a algumas poucas redes de supermercados, agora tornaram-se uma tendência consolidada. Em julho, segundos dados da agência Corebiz, as vendas do setor cresceram 
354% sobre o mesmo mês do ano passado. 

O comércio eletrônico poderá ajudar a machucada indústria automotiva. Nesta semana, a Amazon irá assinar o contrato para a compra de 1,8 mil furgões elétricos da Mercedes-Benz, o maior pedido da história da montadora alemã. Segundo a Amazon, os veículos serão usados no mercado europeu para a entrega de mercadorias.

Uma das maiores fabricantes de motos do mundo, a italiana Ducati entrou ramo de computadores. A empresa produziu, em parceria com a chinesa Lenovo, um notebook com chassi de alumínio – o design foi inspirado nas motos esportivas da Ducati. O computador custa R$ 10 mil e está à venda no site da Lenovo.

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade