Publicidade

Estado de Minas LANÇAMENTO

Toyota Corolla Cross chega para encarar o Jeep Compass

Produção do modelo será iniciada no dia 15, na fábrica de Sorocaba (SP), com vendas iniciadas em seguida. Serão quatro versões e duas opções de motorização


13/03/2021 04:00

(foto: Toyota/Divulgação)
(foto: Toyota/Divulgação)


A Toyota lançou oficialmente o Corolla Cross, SUV médio que chega ao mercado com preços que vão de R$ 139.990 a R$ 183.980. O modelo vem para encarar concorrentes de peso, como o líder do segmento, Jeep Compass. Terá como opções sob o capô o 2.0 litros Dynamic Force flex e as versões híbridas, que têm dois motores elétricos e um a combustão, também flex. Produção do modelo será iniciada no dia 15 e as vendas no dia 25, com previsão de comercialização de 3.500 unidades por mês.
 
O Corolla Cross tem linhas robustas, com grade frontal ampla, faróis estreitos e para-lamas salientes, além de lanternas traseiras horizontalizadas(foto: Toyota/Divulgação)
O Corolla Cross tem linhas robustas, com grade frontal ampla, faróis estreitos e para-lamas salientes, além de lanternas traseiras horizontalizadas (foto: Toyota/Divulgação)
 
 
O Toyota Corolla Cross carrega a tradição do nome do sedã da marca, campeão de vendas. Mas a semelhança não fica só aí. O SUV médio é montado sobre a plataforma GA-C, derivada da TNGA, a mesma do sedã Corolla. Trata-se de um projeto global, desenvolvido no Japão, mas com algumas particularidades para atender a outros mercados. No Brasil, o modelo será produzido na fábrica de Sorocaba, no interior paulista, que recebeu um aporte de R$ 1 bilhão para modernização da unidade. A produção será destinada ao mercado local e a outros da América do Sul.
 
(foto: Toyota/Divulgação)
(foto: Toyota/Divulgação)
 

ESTILO O Corolla Cross é um SUV urbano, com tração 4x2, 4,46m de comprimento, 1,82m de largura, 1,62m de altura e 2,65m de distância entre-eixos. O porta-malas tem capacidade de 440 litros, com o banco traseiro na posição normal. O modelo tem aspecto robusto, trazendo na frente a grade trapezoidal dupla, com a parte superior pintada em cinza escuro e formato de colmeia, remetendo aos modelos da Lexus, marca de luxo do grupo Toyota. A parte inferior da grade é em plástico preto e abriga os faróis de neblina em LED em todas as versões.
 
A versão topo de linha XRX Hybrid tem acabamento em couro em dois tons(foto: Toyota/Divulgação)
A versão topo de linha XRX Hybrid tem acabamento em couro em dois tons (foto: Toyota/Divulgação)
 
 
Os faróis são estreitos, horizontalizados, e se estendem da grade até as laterais, e na versão de entrada são halógenos. Nas demais versões, os faróis são em LED. Todas as versões do Corolla Cross contam com luzes diurnas (DRL). Nas laterais, o modelo tem para-lamas salientes, linha de cintura elevada e formas musculosas, enfatizando ainda mais a robustez. O SUV conta ainda com rack de teto longitudinal, que reforça o aspecto aventureiro. Na traseira, as lanternas são horizontais e o spoiler confere discreto toque de esportividade.
 
O porta-malas tem capacidade volumétrica de 440 litros(foto: Toyota/Divulgação)
O porta-malas tem capacidade volumétrica de 440 litros (foto: Toyota/Divulgação)
 
 
Todas as versões do Corolla Cross são equipadas com rodas de liga leve, sendo que na XR são de 17 polegadas com acabamento na cor prata, calçadas com pneus na medida 215/60 R17. Já nas versões XRE e XRV Hybrid as rodas são de 18 polegadas, com acabamento na cor cinza escuro diamantada. As rodas da topo de linha XRX Hybrid têm acabamento na cor preta diamantada. Nessas três versões, os pneus são 225/50 R18.

INTERIOR O habitáculo do Corolla Cross lembra muito o do sedã, com linhas horizontalizadas, mas traz algumas pequenas diferenças. O console central é mais amplo, sustentado por duas hastes nas extremidades com acabamento na cor prata. A versão XR traz revestimento em tecido preto nos bancos. Já as versões XRE e XRV Hybrid contam com partes revestidas em couro e material sintético preto, enquanto a topo de linha XRX Hybrid traz partes revestidas em couro e material sintético bege. O volante de três raios é revestido em couro e traz os comandos de áudio e computador de bordo.
 
As versões XR, XRE e XRV Hybrid contam com painel de instrumentos com três mostradores, sendo um circular no centro, com o velocímetro e marcador do nível de combustível, outro semicircular com o conta-giros, o indicador do sistema híbrido e o termômetro da temperatura do motor, e uma tela de TFT de 4,2 polegadas com informações do computador de bordo e indicador de marcha engatada. Já a versão XRX Hybrid tem no painel uma tela de TFT digital colorida de sete polegadas com o velocímetro e computador de bordo. Do lado esquerdo, um semicírculo com o indicador do sistema híbrido, e no direito os marcadores do nível do combustível e da temperatura do motor. Esta versão traz ainda iluminação ambiente e teto solar elétrico com função antiesmagamento.

CONTEÚDO A versão de entrada XR traz como itens de série ar-condicionado digital automático com duto traseiro, banco do motorista com regulagem para seis ajustes, direção eletroassistida progressiva (EPS), computador de bordo com tela TFT de 4,2 polegadas, freio de estacionamento no pedal, retrovisores externos elétricos, retráteis, com rebatimento automático e pisca integrado, modo de seleção de condução Sport, rack de teto longitudinal e sistema multimídia Toyota Play com tela sensível ao toque de oito polegadas, rádio AM/FM, função MP3, entrada USB, Bluetooth, conexão para smartphones e tablets com Android Auto e Apple CarPlay.
 
Nas versões XRE, XRV Hybrid e XRX Hybrid acrescentam sistema de destravamento das portas por sensores na chave (Smart Entry), sistema de partida por botão (start button/push start), limpador do para-brisa com sensor de chuva. Somente a XRE conta com paddle shift para trocas de marchas no volante.
 
As versões híbridas XRV e XRX trazem o modo de condução Power. A XRX Hybrid vem equipada com ar-condicionado digital automático Dual Zone com sistema S-Flow e duto traseiro, banco do motorista com regulagem elétrica para oito posições e teto solar elétrico com função antiesmagamento. A edição Special Edition, limitada a 1.200 unidades, tem todos os equipamentos da XRX Hybrid e traz ainda carregador por indução para celular (wireless charger), estribo lateral, soleira nas portas e bandeja do porta-malas.

CONJUNTO MECÂNICO O motor que equipa as versões de entrada do Corolla Cross é o 2.0 litros Dynamic Force de ciclo Atkinson flex, um quatro cilindros em linha de 16 válvulas, com comando de válvulas variável inteligente VVT-iE, injeção direta e indireta de combustível D-4S. O motor desenvolve 169cv a 6.600rpm, quando abastecido com gasolina, e 177cv a 6.600rpm, com etanol. O torque máximo abastecido com etanol ou gasolina é 21,4kgfm a 4.400rpm. Esse motor trabalha em conjunto com a transmissão Direct Shift de 10 marchas.

HÍBRIDO FLEX O sistema híbrido que equipa as versões de topo do Corolla Cross conta com dois motores elétricos – MG1 e MG2 – de 72cv e 16,6kgfm de torque, associados ao propulsor 1.8 VVT-i 16V de ciclo Atkinson flex, que despeja 101cv a 5.200 giros, com etanol, e 98cv a 5.200rpm, com gasolina. O torque máximo é de 14,5kgfm a 3.600rpm com ambos os combustíveis.
 
Para alimentar os motores elétricos, bateria híbrida de níquel-hidreto, instalada sob o banco traseiro, contribuindo para a redução do centro de gravidade. O modelo conta com sistema de freios regenerativos, que acumula a energia cinética gerada pelas frenagens e a transforma em energia elétrica, para alimentar a bateria e aumentar a autonomia no modo elétrico. A transmissão Hybrid Transaxle proporciona aceleração mais linear, que reduz ou aumenta continuamente as marchas, como um câmbio CVT. De acordo com medição do Inmetro, o Corolla Cross híbrido é capaz de rodar 17km/l na cidade e 13,9km/l na estrada quando abastecido com gasolina. Com etanol no tanque, o SUV faz 11,8km/l na cidade e 9,6km/l na estrada.

SEGURANÇA A lista de equipamentos de segurança passiva e ativa do Corolla Cross é bem recheada. Desde a versão de entrada XR, o modelo vem equipado com sete airbags (dois frontais, dois laterais, dois de cortina e um de joelho para o motorista), câmera de ré com projeção na tela do sistema multimídia (as versões XRE, XRV Hybrid e XRX Hybrid contam ainda com linhas guias dinâmicas), controle eletrônico de estabilidade (VSC), controle eletrônico de tração (TRC), sistema de assistência ao arranque em subida (HAC), sensor de estacionamento traseiro, faróis com acendimento automático e ajuste de altura elétrico, faróis de neblina dianteiros em LED, luz de frenagem emergencial automática, alarme volumétrico e sistema Isofix para fixação de cadeirinhas infantis no banco traseiro.
 
As versões XRV Hybrid e XRX Hybrid trazem ainda sensor de chuva (presentes também na XRE), sensor de estacionamento dianteiro, alerta de ponto cego e alerta de tráfego traseiro (RCTA). No pacote de segurança ativa, Toyota Safety Sense (TSS), disponível nas versões XRV Hybrid e XRX Hybrid, Sistema de Pré-Colisão Frontal (PCS), Sistema de Assistência de Permanência de Faixa (LTA), Faróis altos automáticos (AHB), Controle de Cruzeiro Adaptativo (ACC).

VENDAS A Toyota espera vender 3.500 unidades do Corolla Cross por mês, encerrando o ano com um total de 40 mil unidades comercializadas no Brasil e mais 13 mil em outros mercados da América do Sul. O SUV médio tem índice de nacionalização de 50% na versão híbrida e 60% nas 2.0 flex.
 
Questionado se a Toyota pretende buscar a liderança do segmento de SUVs médios, liderado pelo Jeep Compass, o diretor de vendas e marketing da marca, Vladimir Centurião afirmou que não é o objetivo, “mas se acontecer, será muito bom”. Ele acrescentou que, apesar de todas as dificuldades impostas pela pandemia e a falta de uma política econômica eficiente no Brasil, “a Toyota continua acreditando no país e buscando formas de reduzir custos, pois não terá como sobreviver com o dólar a R$ 6”.

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade