Publicidade

Estado de Minas O QUE VIRÁ?

Confira os 10 principais SUVs que trarão novidades ao mercado brasileiro

Mais uma vez, o segmento será o destaque do ano, com modelos totalmente novos, algumas reestilizações e conjuntos mecânicos mais eficientes


02/01/2021 04:00 - atualizado 01/01/2021 21:11


Em 2020, a pandemia do novo coronavírus concentrou a maioria dos lançamentos no segundo semestre e até “empurrou” algumas novidades para este ano. A chegada da vacina promete um 2021 mais normal e lançamentos de muitos carros legais. Novamente, os SUVs serão o destaque, com dois produtos absolutamente novos: Toyota Corolla Cross e Volkswagen Taos. O segmento ainda terá uma série de reestilizações. Confira os principais modelos que serão lançados ao longo de 2021.
 
 
 
 

TOYOTA COROLLA CROSS 
(foto: (Toyota/Divulgação) )
(foto: (Toyota/Divulgação) )

Aguardado para março, o Toyota Corolla Cross será fabricado no Brasil. Trata-se de um SUV médio com 4,46 metros de comprimento e 2,64m de distância entre-eixos, mas que pode ter as dimensões ligeiramente melhoradas para o mercado brasileiro. O porta-malas tem volume de 440 litros. A plataforma e o conjunto mecânico são os mesmos do sedã Corolla: motor 2.0 aspirado de até 177cv e 21,4kgfm de torque; e o 1.8 híbrido de 123cv.
 
 

JEEP COMPASS DE 7 LUGARES 
(foto: (Jeep/Divulgação))
(foto: (Jeep/Divulgação))

Para enfrentar esses dois novos concorrentes, o Jeep Compass vai passar por uma discreta reestilização na carroceria e ganhará novo interior, com direito a um quadro de instrumentos digital, tela flutuante do sistema multimídia e até um novo volante. O SUV médio receberá a motorização 1.3 Firefly turbo, com algo próximo aos 180cv de potência. Para o segundo semestre, a Jeep ainda guarda o Compass de sete lugares, ainda sem muitos detalhes.




VOLKSWAGEN TAOS
(foto: (Volkswagen/Divulgação))
(foto: (Volkswagen/Divulgação))

O SUV médio, fabricado na Argentina, está confirmado para o primeiro trimestre. O Taos vai se posicionar entre o T-Cross e o Tiguan. Para ficar competitivo em relação ao Jeep Compass, seu preço de lançamento deve ficar na casa dos R$ 130 mil. O modelo traz sob o capô o motor 1.4 turbo de 150cv.
 
 


CAOA CHERY TIGGO 2 
(foto: (Chery/Divulgação) )
(foto: (Chery/Divulgação) )

Um “tapa” bastante abrangente, já apresentado na China, será replicado no Brasil também, já que o Chery Tiggo 2 é produzido por aqui. As mudanças se concentram na dianteira, com faróis estreitos, grade alta e para-choques que guardam grandes nichos para a iluminação auxiliar. O conjunto mecânico ganha motor 1.0 turbo e câmbio CVT.
 
 
 

NOVO HYUNDAI CRETA 
(foto: (Hyundai/Divulgação) )
(foto: (Hyundai/Divulgação) )

A ousada nova geração do Hyundai Creta desembarca por aqui neste ano. A principal novidade do SUV compacto será uma versão de sete lugares. A distância entre-eixos é de 2,61m, um centímetro a menos que a da minivam Chevrolet Spin. O modelo ganhará a opção de motor 1.0 turbo com cerca de 120cv e 17,5kgfm.
 
 
 
 

RENAULT CAPTUR 
(foto: (Renault/Divulgação) )
(foto: (Renault/Divulgação) )

O principal atrativo do SUV da Renault é o visual, que não passará por mudanças bruscas. O interior ganhará acabamento com materiais mais nobres. O modelo finalmente deixará de ser um Duster e ganhará motor 1.3 turbo, com cerca de 160cv, mas apenas nas versões mais caras. O SUV compacto é aguardado para o primeiro semestre.
 
 
 

PEUGEOT 3008 
(foto: (Peugeot/Divulgação) )
(foto: (Peugeot/Divulgação) )

Importado da Europa, o SUV médio finalmente passará a vir com a reestilização apresentada em setembro do ano passado. O resultado ficou bastante interessante, com linhas mais esportivas que remetem principalmente ao pequeno 208. O motor continua sendo o antigo 1.6 turbo THP de 165cv.
 
 
 
 

NOVO NISSAN KICKS 
(foto: (Nissan/Divulgação) )
(foto: (Nissan/Divulgação) )

Lançado por aqui em 2016, o Nissan Kicks passará por uma reestilização profunda ainda no primeiro trimestre de 2021. As mudanças visuais se concentram na dianteira, com novos faróis e uma grade bastante alta. Talvez seja demais, mas espera-se para o Brasil o modelo com a tecnologia e-Power, na qual um motor elétrico de 129cv e 26,1kgfm traciona as rodas, enquanto um propulsor a combustão recarrega as baterias. De qualquer forma, se for adotado este conjunto sofisticado, é bem provável que o modelo seja reposicionado. Mas, não é para estranhar se o novo Nissan Kicks chegar por aqui com o visual atualizado e o velho motor 1.6 aspirado.
 
 
 


CHEVROLET EQUINOX
(foto: (Chevrolet/Divulgação))
(foto: (Chevrolet/Divulgação))

Importado do México, o SUV médio ganha reestilização, que já foi apresentada para o mercado americano. Com mudanças concentradas na dianteira, o modelo traz faróis de LED integrados à grade dividida por uma faixa com a logomarca da Chevrolet. O Equinox continua trazendo sob o capô as opções de motor 1.5 turbo ou 2.0 turbo.
 
 
 
 
SUV FIAT OU ARGO AVENTUREIRO

A Fiat ganha seu primeiro SUV, mas tudo indica que o modelo está mais para um Argo aventureiro, já que é baseado no hatch compacto. Mas o trabalho para te convencer que o veículo é um SUV será benfeito, com direito a para-lamas mais altos para obter dianteira e traseira mais robustos, além de conjunto óptico, capô e para-choques exclusivos. Além do porte, a altura em relação ao solo também será superlativa. As motorizações serão o 1.3 Firefly, de até 109cv e 14,2kgfm, e o novo motor 1.0 Firefly turbo, na casa dos 120cv e 20kgfm. Ambas opções devem oferecer o novo câmbio automático tipo CVT. Como o modelo não pode sobrepor o Jeep Renegade, deve partir de R$ 75 mil.

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade