Publicidade

Estado de Minas

Terceira geração do Fiat 500 elétrico tem autonomia de até 320 quilômetros

Prometido para o Brasil, compacto ganhou contornos e interior completamente renovados, além de diversas funções autônomas. Motor elétrico tem potência de 87kW, suficientes para alcançar a velocidade máxima de 150km/h e acelerar até os 100km/h em 9 segundos


postado em 07/03/2020 04:00 / atualizado em 06/03/2020 17:53

Série limitada La Prima será oferecida apenas com carroceria conversível; com o Wallbox da Mopar, em uma tomada convencional, recarga total pode ser relizada em seis horas(foto: Fiat/Divulgação)
Série limitada La Prima será oferecida apenas com carroceria conversível; com o Wallbox da Mopar, em uma tomada convencional, recarga total pode ser relizada em seis horas (foto: Fiat/Divulgação)

 

A Fiat apresentou em Milão a terceira geração do seu compacto 500, já confirmado para o Brasil, o primeiro modelo 100% elétrico da FCA. Se a primeira geração do carrinho foi símbolo de mobilidade e liberdade nos anos 1960, e a segunda geração, lançada em 2007, estava mais focada no estilo, o novo “Cinquecento” chega em um contexto de mobilidade sustentável, autônoma e conectada. Apesar de parecer praticamente o mesmo Fiat 500, que foi uma releitura do original, a terceira geração do compacto é toda nova. 

 

Na dianteira, no lugar do escudo da marca, agora há a identificação “500”, cortada por duas barras cromadas. A fenda original que havia entre o capô e o painel dianteiro foi recriada na nova geração, mas agora com o farol elíptico dividido ao meio, sobrando um arco em LED integrado ao capô de cada lado. As laterais agora trazem maçaneta de abertura elétrica embutidas, além de rodas com raios maiores. Na traseira, a identificação “500” ganhou contorno azul que também desenha uma letra “e”, de elétrico, no último numeral.

 

(foto: Fiat/Divulgação)
(foto: Fiat/Divulgação)

Segundo a Fiat, o Cinquecento ganhou em dimensões: 3,60 metros de comprimento (um acréscimo de 6 centímetros), 2,34m de entre-eixos (mais 2cm) e 1,68m de largura (mais 6cm). O espaço interno continua limitado, mas ao menos houve algum ganho. As primeiras 500 unidade fazem parte da série limitada “La Prima”, todas com carroceria conversível, capota flexível e emblema lateral numerado(de 1 a 500) e com o nome do país em que o carro foi comprado. Inicialmente serão apenas três cores disponíveis: Mineral Grey, Ocean Green e Celestial Blue.

 

Apesar do ganho de 2 centímetros de entre-eixos, cabine continua apertadinha(foto: Fiat/Divulgação)
Apesar do ganho de 2 centímetros de entre-eixos, cabine continua apertadinha (foto: Fiat/Divulgação)

O interior traz volante esportivo com base achatada e quadro de instrumentos digital. A alavanca de câmbio, que ficava no centro do painel, foi substituída por botões, abrindo espaço para um porta-trecos equipado com tomada USB. O console central é bem espaçoso e conta com descansa-braço. O assoalho é plano, tendo logo abaixo o pacote de baterias. Além de não interferir na cabine, colocada nessa posição as baterias mantém o centro de gravidade do modelo mais baixo, o que pode ser traduzido como mais estabilidade.

 

Sistema multimídia Uconnect de quinta geração tem tela de 10,25 polegadas(foto: Fiat/Divulgação)
Sistema multimídia Uconnect de quinta geração tem tela de 10,25 polegadas (foto: Fiat/Divulgação)

ELÉTRICO O motor elétrico tem potência de 87kW (118cv), que permite alcançar a velocidade máxima de 150km/h (limitada eletronicamente) e acelerar até os 100km/h em 9 segundos. Mas o melhor dessa história é a autonomia do conjunto de baterias de íon lítio com capacidade de 42kWh, que permite rodar por até 320 quilômetros no ciclo WLTP.

 

Com um equipamento de recarga rápida de 85kW, com apenas 5 minutos na tomada é possível obter energia suficiente para rodar 50 quilômetros. Nessa mesma estrutura, é possível recarregar 80% da bateria em 35 minutos. Um aparelho para recarga doméstica também será oferecida ao cliente. O Easy WallboxTM, que pode ser conectado a uma tomada normal, fornece uma carga de 2,3kW, porém está configurado para carga de até 7,4kW, que proporciona o carregamento completo em pouco mais de 6 horas.

 

Painel traz volante com base achatada e quadro de instrumentos digital(foto: Fiat/Divulgação)
Painel traz volante com base achatada e quadro de instrumentos digital (foto: Fiat/Divulgação)

O modo de condução Sherpa interfere em vários parâmetros – limitando a velocidade máxima a 80km/h, desativando o ar-condicionado e o aquecimento dos bancos – para otimizar o gasto energético, poupando a bateria. Já o modo Range ativa a função "one pedal drive", que desacelera o veículo sempre que o motorista tira o pé do acelerador, resgatando carga para as baterias. 

 

AUTÔNOMO O novo Fiat 500 oferece funções de condução autônoma nível 2, como controle de cruzeiro adaptativo, assistente de faixa de rodagem, assistente de ponto cego, reconhecimento de sinalização, frenagem autônoma de emergência com reconhecimento de pedestres e cilistas, assistente de farol alto e câmera 360 graus. O sistema multimídia traz a quinta geração do Uconnect, em tela tátil de 10,25 polegadas, com espelhamento do smartphone sem cabo para o Apple CarPlay. Todas as funções podem se acionadas por meio de comando de voz. 

 

 


Publicidade