Publicidade

Estado de Minas CONFIRMADO

Compacto feito pelos hermanos

Com desenho totalmente modificado, novo Peugeot 208 teve sua produção confirmada na fábrica de El Palomar, na Argentina, com vendas previstas para o Brasil a partir de 2020


postado em 07/12/2019 04:00 / atualizado em 06/12/2019 11:37

O hatch ganhou linhas mais modernas, com ampla grade frontal e faróis afilados com LEDs(foto: Peugeot/Divulgação)
O hatch ganhou linhas mais modernas, com ampla grade frontal e faróis afilados com LEDs (foto: Peugeot/Divulgação)


A Peugeot confirmou a produção do novo 208 na fábrica de El Palomar, na Argentina, a partir de 2020. Com um projeto totalmente novo, o hatch compacto acabou de ser apresentado na Europa e deverá chegar ao mercado brasileiro no segundo semestre do ano que vem. O modelo é a esperança da marca francesa para tentar melhorar a participação no segmento dos hatches compactos.
O anúncio da produção do novo 208 na Argentina, onde também será fabricada a segunda geração do 2008, foi feito por Ana Theresa Borsari, country manager da Peugeot do Brasil. “O novo Peugeot 208 acabou de ser apresentado na Europa e já é a expressão máxima da visão da marca em design, tecnologia e experiência de condução. Ele resgata valores em um segmento em que sempre fomos protagonistas e, por isso, é com orgulho que confirmo sua fabricação a partir de 2020 em nosso centro de produção em EL Palomar, na Argentina”, disse a executiva.
 
O hatch já foi lançado na Europa, mas só chegará ao Brasil no segundo semestre de 2020(foto: Peugeot/Divulgação)
O hatch já foi lançado na Europa, mas só chegará ao Brasil no segundo semestre de 2020 (foto: Peugeot/Divulgação)
 
 
Ela também confirmou a comercialização do novo 208 para o próximo ano, inaugurando uma nova etapa do plano estratégico denominado “Virada Brasil”, que tem como principal objetivo oferecer os modelos atualizados no país. “O Novo 208 representará uma ruptura no segmento hatch no mercado nacional. Ele tem o DNA da marca e a mesma força revolucionária do Peugeot 206, um carro que conquistou o consumidor”, conclui a executiva.
 
Se o 206 foi um modelo de sucesso na Europa e com bom desempenho no mercado brasileiro, o mesmo não pode ser dito do 207, que por aqui foi apenas um discreto facelift, e do 208, que nunca decolou no Brasil. Para se ter uma ideia, o Peugeot 208 teve 532 unidades emplacadas em novembro, menos do que o Chevrolet Onix emplacou por dia no mês (639 unidades). Nos 11 meses do ano, foram vendidas 5.327 unidades. Muito pouco para um segmento que é preferência nacional.
 
Laterais têm formas mais volumosas e as lanternas parecem fazer parte de um conjunto único na traseira(foto: Peugeot/Divulgação)
Laterais têm formas mais volumosas e as lanternas parecem fazer parte de um conjunto único na traseira (foto: Peugeot/Divulgação)
 
 
Com um estilo muito moderno, o novo 208 terá elementos que remetem ao repaginado 3008, tanto no visual quanto no acabamento interno, e deverá trazer o quadro de instrumentos digital como uma de suas novidades. A Peugeot não revela informações técnicas do novo hatch, mas especula-se que ele deverá ser equipado com o motor 1.2 turbo, no lugar do 1.6 THP. Para o câmbio, duas opções: o atual automático de seis marchas ou o novo de oito velocidades. É esperar para ver.
 
 
 
O site Autoblog Uruguay cravou que o novo Peugeot 208 será apresentado oficialmente em setembro do ano que vem, no Uruguai. Especula-se que as vendas do modelo serão iniciadas no Brasil logo depois. Se tiver preço competitivo e a Peugeot realmente investir na reestruturação e melhoria dos serviços em sua rede de concessionárias, pode ser que as coisas mudem para a marca no Brasil.
 
 

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade