Publicidade

Estado de Minas

Novo Mercedes-Benz GLC chega em diferentes versões, a partir de R$ 294.900

Novo Mercedes-Benz GLC chega ao Brasil nas carrocerias SUV e Coupé, o primeiro equipado com motor turbodiesel e o segundo com um 2.0 a gasolina


postado em 26/10/2019 04:00 / atualizado em 25/10/2019 18:52

(foto: Mercedez benz/divulgação)
(foto: Mercedez benz/divulgação)

 
 
De São Paulo

A Mercedes-Benz apresentou esta semana o reestilizado GLC, que chega ao Brasil nas carrocerias SUV e coupé. Além das mudanças no visual, o utilitário-esportivo traz como única opção o novo motor turbodiesel de 194cv. Já o cupê é pouco mais nervoso, equipado com motor 2.0 turbo a gasolina, de 258cv. Ambos trabalham em conjunto com o câmbio automático 9G-Tronic, de nove velocidades, e contam ainda com o sistema de tração 4Matic. O pacote de equipamentos de série traz sistemas de auxílio à condução, segurança e entretenimento. Os preços vão de R$ 294.900 a R$ 362.900.
 
O SUV ganhou novas lanternas e saídas do escapamento estilizadas(foto: Mercedez benz/divulgação)
O SUV ganhou novas lanternas e saídas do escapamento estilizadas (foto: Mercedez benz/divulgação)
 
 
A linha 2020 do Mercedes-Benz GLC foi lançada na Europa em março deste ano, e agora desembarca no Brasil. Inicialmente, a marca traz o SUV GLC 220d 4Matic nas versões Enduro e Off Road, que já estão disponíveis para venda, e em novembro chega o GLC 300 4Matic Coupé. Como as demais marcas premium alemãs, a Mercedes-Benz não tira o foco dos SUVs e crossovers, e revela estar satisfeita com o desempenho do GLC no segmento, com cerca de 30% de participação.
No visual, o SUV reestilizado traz mudanças principalmente na parte dianteira, na qual os faróis ganharam novo desenho e são full LED, além de contar com luz diurna. O para-choque e a grade com barras paralelas vazadas também são novos. Além disso, o SUV traz novas lanternas traseiras com LED, novas saídas de escapamento, rodas de liga leve de 19 polegadas com desenho esportivo e oito opções de cores para a carroceria.
 
O interior mantém o padrão Mercedes-Benz, com materiais de qualidade, como couro nos bancos, detalhes em alumínio e imitação de madeira no painel. São três opções de cores para o acabamento interno: cinza, bege e preto. O volante traz comandos para diferentes sistemas do carro, incluindo a central multimídia, que tem tela tátil de 10,2 polegadas e pode ser acionada também pela tecnologia MBUX, com comando de voz e inteligência artificial, que faz o carro “conversar” com o motorista e passageiros. Mas o sistema pode ser acessado também pelo novo touchpad no console. O SUV tem ainda sistema de carregamento de celular sem fio, mas as entradas USB, disponíveis apenas na parte da frente do console, são do tipo C, menores, e exigem adaptadores. O painel de instrumentos é todo digital, com tela de 12,3 polegadas, e permite diferentes configurações. O sistema de som é Burmester surround, com 13 alto-falantes e 560 watts de potência.
 
O modelo tem proposta mais esportiva, com rodas de 20 polegadas e kit AMG(foto: Mercedez benz/divulgação)
O modelo tem proposta mais esportiva, com rodas de 20 polegadas e kit AMG (foto: Mercedez benz/divulgação)
 
 
O espaço interno é bom para quatro pessoas. Na frente, motorista e passageiro contam com bancos confortáveis, com ajustes elétricos, inclusive lombar e prolongamento do assento, além de memória das posições definidas. Atrás, duas pessoas se acomodam com conforto, mas no meio o espaço é limitado pelo túnel central muito alto. Tem saída de ar-condicionado para o banco traseiro, mas não tem entradas USB ali.
 
Com 4,66m de comprimento, 2,09m de largura e 1,64m de altura, o SUV GLC tem porta-malas com 550 litros de capacidade, mas pode chegar a 1.600 litros com os bancos rebatidos. E para abrir ou fechar a tampa do porta-malas basta usar o sistema mãos livres, com um simples movimento do pé sob o para-choque traseiro.
 
O GLC 300 Coupé tem acentuada descaída de teto, mas a traseira é alta(foto: Mercedez benz/divulgação)
O GLC 300 Coupé tem acentuada descaída de teto, mas a traseira é alta (foto: Mercedez benz/divulgação)
 
 
Construído sobre a plataforma da Classe C, o SUV GLC conta com dois modos de condução: off road e off road+. Além disso, a lista de equipamentos inclui o Lane Tracking Package, que traz o sistema de manutenção de faixa de rolagem, alerta de ponto cego, auxílio em manobras de estacionamento (Parktronic) com câmera 360 graus e 12 sensores ultrassônicos, além do Distronic, que mantém a distância e a velocidade em relação ao veículo da frente, evitando batidas. Para segurança dos ocupantes, airbags frontais, laterais, de cortina e um para os joelhos do motorista.

IMPRESSÕES Uma das principais novidades do SUV GLC é o motor quatro cilindros em linha, de 1.950cm³, turbodiesel, que equipa as versões Enduro e Off Road. Ele desenvolve 194cv a 3.800rpm e tem torque de 40,8kgfm a partir de 1.600rpm. Com turbocompressor de dois estágios, o propulsor trabalha em conjunto com o câmbio automático 9G-Tronic, e, de acordo com o fabricante, acelera até 100km/h em 7,9 segundos e tem máxima limitada em 215km/h.
 
O porta-malas do SUV pode ter capacidade ampliada rebatendo o banco traseiro(foto: Mercedez benz/divulgação)
O porta-malas do SUV pode ter capacidade ampliada rebatendo o banco traseiro (foto: Mercedez benz/divulgação)
 
 
Dirigimos a versão Enduro do SUV pelas rodovias de São Paulo e em um trecho de estrada de terra no interior paulista. Com seus 1.835 quilos, o utilitário demonstra boa disposição tanto no asfalto quanto na terra, mas não chega a proporcionar um desempenho empolgante. Garante arrancadas e retomadas de velocidade seguras, com trocas de marchas suaves, sem trancos. O sistema de tração 4Matic garante 55% do torque nas rodas do eixo traseiro e 45% nas do eixo dianteiro, em condições normais. Mas em caso de necessidade, pode transferir até 100% da tração para apenas uma roda, caso as outras estejam deslizando. Na estrada de terra, o modelo demonstra que tem DNA off road, mas tem suspensões mais duras, que transferem um pouco das irregularidades do piso.
 
A versão GLC 220d 4Matic Off Road, vendida por R$ 294.900, não tem em sua lista de equipamentos de série o sistema de estacionamento com câmeras de 360 graus, o sistema Distronic, o som Burmester, o teto solar e o pacote de luzes ambientes. Já a versão Enduro é completa, sem opcionais, e custa R$ 329.900.
 
Sistema muitimídia na versão topo tem câmera de 360 graus(foto: Mercedez benz/divulgação)
Sistema muitimídia na versão topo tem câmera de 360 graus (foto: Mercedez benz/divulgação)
 
 
A Mercedes-Benz só mostrou o GLC 300 4Matic Coupé, mas não o disponibilizou para o teste de primeiras impressões. O modelo tem uma pegada mais esportiva, com grade frontal diferenciada, mais fechada e com pequenos elementos brilhantes, e kit AMG. As rodas são de 20 polegadas e a traseira tem a descaída no teto que diferencia o coupé. O modelo tem o mesmo conteúdo da versão Enduro do SUV, mas é equipado com motor 2.0 turbo, a gasolina, que desenvolve 258cv e 37,7kgfm de torque. Com o mesmo câmbio 9G-Tronic, suspensões 1,8cm mais baixa e sistema 4Matic, o coupé acelera até 100km/h em 6,3 segundos, com máxima limitada eletronicamente em 240km/h. O preço é de R$ 362.900, mas o modelo só estará disponível para venda em novembro.

* Jornalista viajou a convite 
da Mercedes-Benz


Publicidade